FANDOM


Arlequina
Arlequina2
Informações Gerais
Espécie Humano Aprimorado
Identidade civil Harleen Florence Quinzel
Apelido Leen
Harley
Idade 21 Anos
Gênero Feminino
Familia Louise Quinzel (Avó)
Frances Quinzel (Avô, Morto)
Khym Barton (Prima)
Tina Quinzel (Filha)
Afiliações Corporação Vilãnia
Ocupação Criminosa de Gotham
Poderes e Habilidades
Habilidades Imunidade Tóxica
Maestria em Combate Corpo-a-Corpo
Experiência em armas de brinquedo
Equipamento Pop-Gun
Martelo Apokolips
Detalhes
Arlequina (Alter-ego Harleen Quinzel) é uma vilã ex-ajudante do Coringa.

História Editar

Harleen Quinzel nasceu em Canarsie, Brooklyn, Nova York. Seu interesse pela psicologia criminal cresceu cedo em sua infância e floresceu quando conheceu um garoto chamado Bernie Bash, que se mostrou bastante perturbado para cometer assassinatos, como forma de provar seu amor por ela. Apesar de seu crime, Harley invadiu mais tarde sua casa e roubou um castor de pelúcia da loja de taxidermia de seu pai como uma lembrança de seu relacionamento que ela manteria com ela até a idade adulta.

Ela era uma estudante de honra e uma ginasta. Ela freqüentou a Universidade de Gotham e inicialmente foi para a faculdade de Ciências Veterinárias e Biológicas, mas por algum motivo desconhecido, ela deixou o campo para perseguir a psiquiatria. Ela se destacou em seu campo, eventualmente ganhando um lugar como psiquiatra em um hospital proeminente, mas seu interesse em psicologia criminal a levou a se transferir para o famoso Asilo Arkham de Gotham City. Logo descobrindo que os outros médicos não podiam penetrar nas mentes de seus pacientes, Harleen foi disfarçada de paciente. O Coringa - que ela pensava ter sido diagnosticado erroneamente por seus médicos anteriores - viu através de seu disfarce, e se abriu para ela. Sua confiança em face da loucura do Coringa impressionou-o. Em sua décima sessão, ele revelou a ela que ele sabia sobre o fato de que seu pai havia sido morto por um motorista bêbado que teve as conexões necessárias para sair sem qualquer punição. Como um presente para ela, ele a presenteou com o dedo do motorista como prova de que o homem havia sido levado à justiça. Ele então prometeu que poderia ensiná-la a se tornar tão poderosa quanto ele, deixando de se importar com as regras da vida.

Infelizmente, a supervisora ​​de Harleen, Dra. Sterano, descobriu sua paixão pelo Coringa depois de roubar suas anotações psiquiátricas com a intenção de publicá-las como suas. Furiosa, Harleen tentou matar Sterano, mas foi interrompido pelos guardas. Em vez de se render, ela matou um guarda e quebrou o Coringa de sua cela. Naquela noite, o Coringa a levou para a Fábrica de Processamento de Ace Chemical, onde sua persona havia nascido, e prometeu que este seria seu aniversário. Percebendo sua intenção, ela lutou, mas ele a empurrou para um dos tanques químicos e a observou afundar. Depois, ele drenou e encontrou-a dentro, viva, mas mudou. Ela havia perdido contato com a realidade, o que significava que ela poderia fazer o que quisesse. Ele apelidou-a como Arlequina, e os dois estavam juntos - até ele se cansar dela.

Liberta das restrições e do rígido regime de sua antiga vida, Harley escolheu um uniforme para si mesma, formando um mosaico de todas as pessoas que ela era ou queria ser. Qualquer culpa pelos crimes que ela cometeu como Arlequina foi reprimida junto com Harleen Quinzel.

Habilidades Editar

Imunidade Tóxica Editar

Maestria em Combate Corpo-a-Corpo Editar

Experiência em Armas de Brinquedo Editar

Aparência e Personalidade Editar

Como Harleen Quinzel Editar

Harleen é uma mulher caucasiana loira de olhos verdes, também muito brincalhona, gostava de atender pacientes loucos ou que sofriam grandes transtornos psicológicos.

Como Arlequina Editar

Com o Coringa, a Arlequina se sentia mais livre, e, ao mesmo tempo presa, já que sempre apanhava do mesmo caso fizesse algo errado. Usa um traje de circo, junto com suas duas maria-chiquinhas de um lado vermelho e de outro lado preto.

Aparições Editar

Titãs: Voo Solar Editar

Curiosidades Editar

  • Harleen Quinzel desde criança quis ser psiquiatra.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.