FANDOM


Crise
Crise-SPD
Informações Gerais
Série Homem-Aranha: Alvorecer
Arco Poder e Responsabilidade
Número do Episódio 03
Sequência
Episódio Anterior Sinal Biológico
Episódio Seguinte Insanidade Despertada
Créditos
Escrito por KillerYuri345
Crise é o terceiro episódio de Homem-Aranha: Alvorecer.

SINOPSEEditar

O herói Homem-Aranha deve agora solucionar o sumiço de Gwen Stacy e impedir os planos de Lagarto contra Nova Iorque, porém a tarefa tem imprevistos que não a deixam fácil.

ENREDOEditar

Era mais um dia de aula para Peter Parker, no qual olhava seu armário escolar e separava seus materiais para a primeira aula, enquanto outros alunos ficavam pelo corredor, relaxados e irresponsáveis, onde batiam papo antes de começar a aula, não dando tanta importância, à não ser alguns mais estudiosos como o próprio Peter. Enquanto fazia tal ação, seu amigo de infância, Harry Osborn, acabara de chegar, se aproximando e cumprimentando Peter "Eae, Peter. Tranquilo?", então o rapaz responde "Oi, Harry. Eu to bem, só que meio apressado." Então Peter continua a conversa "Percebeu que Gwen faltou hoje?" e Harry então nota com ele "Não tinha nem notado, só percebi depois que falou." Nisso o sinal toca e os dois garotos vão para sala de aula, em passos na multidão.

Ao sinal tocar ao fim das duas primeiras aulas, era o som para o intervalo, todos os alunos de todas as classes saiam aos poucos para os corredores, assim os corredores ficavam cheios em alguns segundos, ficando nos corredores e refeitórios. Peter sai da sala conversando com Harry "Cara, eu tô com muita fome. Nem tomei café da manhã direito.", então Harry diz "Tamb...", até que a passagem deles é barrada por Flash Thompson e Kenny Kong, um amigo do loiro, Flash então manda "Cai fora Osborn, meu assunto é com o Parker." logo em seguida Kong diz "É, Osborn... se manda" e então defendendo o amigo, Harry fala "Deixa ele, Flash." então Flash empurra Harry pro lado e se aproxima de Peter perguntando "Onde você está indo, seu nerd otário?" e Peter disse que não estava interessado em brigar agora, Flash então dá um sorriso maldoso e dá um cascudo em Peter, em seguida Kong tenta chutar a perna de Peter, porém o garoto desvia. "Não envergonhe, Kong." falou Flash com os dois saindo da direção de Peter.

Saindo do caminho de Flash, Peter então fica com a mão na cabeça para tentar aliviar a dor e Harry volta "Flash é um mané. Esquece ele...", e então eles vão andando pelo corredor, à caminho do refeitório, quando Peter encontra o capitão George Stacy, pai de Gwen, indo para a sala da diretora. Peter estranha e diz "Me dá só um minuto, Harry." e ele diz "Okay, te espero no refeitório.", Peter então acompanha o capitão e assim que o senhor Stacy entra lá, Peter fica observando pela janela o que diziam.

A diretora disse "Bom dia, capitão Stacy. Como posso ajudá-lo?" então ele responde "Bom dia, senhora diretora. Hoje provavelmente já deve saber que minha filha não compareceu à escola.", então, ele começa a tremer e olha para baixo, então com um olhar inquieto, a diretora Loney diz à ele "Sim, estou ciente, mas eu imaginei que ela estava doente. Estou certa?", então o homem diz "Na verdade não aconteceu bem isso, eu vim aqui avisar que ela talvez não irá comparecer nos próximos dias."

Então assim que ele se levanta da cadeira começando a suar, como se tivesse pressa, ela decide interromper tal ação e questionar "O senhor poderia me contar por quê?", nisso capitão Stacy suspira e volta a sentar, respondendo "Hoje de manhã acordei e minha filha não estava em casa, achei que tivesse saído, mas então quando fui descer as escadas, me deparo com a porta arrombada.", com essas palavras, algumas lágrimas saem do rosto do capitão, mas passando a mão no rosto e de olhar baixo continuando "Já chamei a polícia, estamos investigando. Não se preocupe, ela estará de volta em breve. Pelo menos espero."

Com isso a diretora Loney deseja boa sorte à ele para encontrar sua filha e então eles se despedem e o homem sai da sala, indo para saída em passos lentos e de cabeça baixa, quando uma lágrima despenca de seu olho e vai descendo levemente pelo rosto até cair no chão. No momento que ele abriu a porta, Peter agiu naturalmente e assim que ele foi embora, Peter diz para si mesmo com o tom de voz baixo "Pode contar com o Homem-Aranha também para ajudar a encontrar Gwen.", os ouvidos de Peter se concentravam nos passos vazios que se afastavam do capitão Stacy, se distanciando opostamente aos poucos, com o garoto indo em direção ao refeitório e ele à saída, os dois de cabeça baixa.

O dia de aulas já teria acabado, Peter então, ao sair da escola, se esconde em um canto do terreno, com um olhar inquieto e apressado, olhando ao redor para ver se ninguém o via, confirmando tal situação, vestindo o uniforme do Homem-Aranha, prendendo sua mochila na parede com uma rajada de teia e após respira fundo, com uma pose de determinação, lança uma teia em direção de um edifício, sendo levado por ela aos poucos numa velocidade de outro patamar, lançando então sua teia por cada prédio, se balançando por eles à procura de Gwen. As correntes de ar faziam com que o vento batesse forte em seu rosto que daria a sensação de agrado com o ambiente, a adrenalina corria forte pelo seu sangue, não poderia ver seu olhar com a mascara, mas ele sorria com um olhar aventureiro, uma distração, pois deveria se concentrar em achar Gwen. Após ter o foco em encontrá-la, vasculhou diversas ruas e bairros, quase ultrapassou seus limites verificando outras cidades. Mas após uma ou duas horas — Com pequenas pausas para recuperar o fôlego — não havia achado nada, Peter decide parar com as buscas por enquanto, voltando para casa.

Enquanto isso, em uma estação de tratamento de esgoto na Flórida, se localiza Lagarto, com Gwen Stacy algemada e presa em um cano que saía pra fora, com as mãos cruzadas e cabeça pra baixo, tentando manter a calma mesmo em tom de desespero “Quando vai me tirar daqui?” diz a garota cansada e exausta, praticamente sem esperanças, então Lagarto, que desenvolveu sua fala, com uma voz fria e grossa, responde “Não vou, o Aranha irá vir te soltar, mas não conseguirá...”, então Gwen se enfurece e grita que alguém iria vir e salvá-la, Lagarto ri e suspira, se aproximando da garota e com uma das garras de seus dedos reptiliano, passa de modo leve e suave no pescoço de Gwen, fazendo um pequeno corte, a garota assustada e em desespero fica quieta e Lagarto então a diz “Somente se forem burros e caírem na minha emboscada.”, soprando suavemente na cara de Gwen com um hálito frio, amedrontador e catinguento que fizera a garota não suportar.

De volta à Peter, ele já em casa, olha sua agenda e vê que tem que vender as fotos tiradas do Homem-Aranha, pegando suas fotos e indo para o Clarim. Assim que chega, J.J Jameson pergunta resmungando "Quem é você agora, moleque? Estou ocupado, não vê?", o garoto tímido responde que havia tirado as fotos do Homem-Aranha, então ele pergunta "E onde elas estão? Rápido, estou sem tempo!", e Peter as tira de seu bolso e entrega para ele, então ele, frustrado e insatisfeito, joga no lixo todas de que não gosta até que se interessa por uma, Peter pede o dinheiro e Jonah dá para ele apenas cinquenta reais, Peter pergunta "Onde está o resto do dinheiro? Está faltando." e Jonah diz "Você é só uma criança, moleque! Acha mesmo que vou gastar meu dinheiro te pagando?" dando risadas, então frustrado, Peter saí do local em passos raivosos mas lentos. Então J.J Jameson chama Ben Urich, um dos mais renomados escritores do Clarim Diário, Jameson fala para ele conseguir uma matéria do Homem-Aranha que fosse um tanto que polêmica, de acordo com Jameson, matérias polêmicas vendem, Jameson dá um sorriso malicioso, então o escritor confirma "Sim, senhor. Fique tranquilo que sairá uma ótima matéria." e vai para sua mesa trabalhar, nisso ele sussurra resmungando para si mesmo "Velho chato."

Na delegacia de Polícia de Nova Iorque, o capitão George Stacy se desesperava sentado em sua mesa com as mão na cabeça, passava a noite toda pensando na sua filha, era uma noite fria, mas ele ficava em sua sala durante a noite inteira se culpando por sua filha, ele estava ficando enlouquecido, até que um dos cientistas forenses que trabalhavam lá entra na sala dizendo “Senhor Stacy, os DNA's da porta já foram analisados, são pertencentes à sua filha e o segundo encontrado tinha metade como um réptil e a outra do professor Curt Connors.” Então o capitão se surpreende e diz para tentar rastrear Connors, o cientista diz que talvez não seja possível quando o capitão Stacy grita se levantando da cadeira “Eu estou mandando! Agora cumpra sua obrigação aqui!”, o cientista fica de cabeça baixa e diz “Sim, senhor.” No momento que ele sairia da sala, o capitão George Stacy interrompe e pede desculpas, falando que seria o nervosismo pelo sequestro da filha.

Peter também não conseguia dormir, se enlouquecia com o sequestro de Gwen, não conseguia parar de pensar em como encontrá-la. Até que tia May, que já havia percebido o quão inquieto e tristonho Peter estava naquele dia, entra em seu quarto e diz “Você precisa dormir, Peter. Boa noite.”, indo até sua cama e dando um beijo em sua testa, Peter também deseja boa noite e diz que precisava dormir mesmo, virando para o lado oposto e fechando os olhos e dormindo. No dia seguinte, Peter acorda e, após escovar os dentes e arrumar a cama, desce para tomar café e então liga a televisão, já estando no noticiário.

“O homem lagarto volta a aparecer após um depoimento semana passada de roubo e ameaça, as câmeras de segurança nas redes de esgoto captam ele contra o Homem-Aranha em uma luta e assim pode-se ver que ao ser jogado contra a parede, o Homem-Aranha acaba quebrando as câmeras. A polícia dá depoimentos de que ele também é suspeito do sequestro da filha de um dos capitães da polícia, alguns esquadrões policiais foram mobilizados para as redes de esgoto, porém, não há notícias enquanto a eles, esperamos que os esquadrões mobilizados estejam bem, agora, ficamos com uma entrevista com Norm...”, dizia a repórter no meio da rua. Peter, vendo tal notícia, sai correndo apressado para seu laboratório, sua tia pergunta onde ia e ele responde que iria para o laboratório no porão.

No laboratório, Peter vê alguns jornais de uma semana atrás pela mesa, então procurando informações do Lagarto, encontra uma matéria falando sobre o sumiço do Dr. Curt Connors, lendo a matéria inteira e vendo que ele trabalhava em seu último projeto num soro baseado na capacidade de regeneração dos répteis, e depois disso sumiu. Peter então vê que um dia depois veio as aparições de Lagarto, e então juntando os dados, Peter acaba falando “Lagarto é o doutor Curt Connors.” em um tom de espanto e surpresa. Então ele tenta encontrar a localização dele e então, com facilidade, ele consegue. Nisso um breve flashback é mostrado de Peter enfrentando Lagarto, na hora de um de seus múltiplos socos, ter implantado um rastreador no monstro. Já de volta ao presente, o GPS mostrava que Lagarto estava em uma estação de tratamento de esgoto na Flórida, juntamente com Gwen em hipótese.

Naquela manhã, o capitão da polícia George Stacy estava em sua sala, sentado em sua mesa onde bebia uma xícara de café enquanto também via o noticiário, e ao ver o Lagarto em uma luta com o Homem-Aranha, decidiu pesquisar mais da ameaça em seu notebook. Como já sabia que ele era Curt Connors, pesquisa todas as notícias relacionadas ao cientista, vendo também de seu sumiço e do soro de regeneração baseado em répteis que ele trabalhava, ele pensava e associava todas as peças do quebra-cabeça, até que relaciona o soro com sua transformação no monstro reptiliano que estava no momento, então o cientista forense pede licença e entra, falando "Senhor, após dificuldades, conseguimos rastrear o homem lagarto. Ele está...", então ele para para olhar a prancheta que estava em suas mãos, continuando "Ele está em uma estação de tratamento de esgoto na Flórida, porém o local está abandonado.", então o capitão Stacy "Tá esperando o que? Mobilize novas viaturas, novos esquadrões para aquele maldito lugar!" e então ele responde "Sim, senhor. Com licença." saindo da sala e o capitão respira fundo e diz "Te pegamos, Lagarto."

Peter vestiu seu uniforme do Homem-Aranha, e em plena tarde, vai em busca da garota, passando prédio por prédio para chegar na Flórida. O percurso era de duas horas, talvez uma para o herói, mas isso não o impedia de dar pausas no caminho para recuperar o fôlego, mas após um minuto ou dois, voltava a ir edifício por edifício em busca de Gwen. Ele não desistiu, estava firme no caminho, decidido do que fazer, sua determinação em derrotar Lagarto aumentava a cada segundo, então, após uma hora e meia, chega no local. Estava completamente abandonado, as águas de esgoto pelo chão, sujas, algumas árvores mortas restantes e corpos de policiais espalhados, provavelmente era o esquadrão que fora mobilizado para a rede de esgoto, isso daria medo a qualquer um, mas, o nosso herói se sentiu muito mais motivado a derrotar o Lagarto ...

Procurando alguma brecha na estrutura, para que pudesse entrar sem ser notado, Peter encontra uma parte do teto quebrada, entrando cuidadosamente pelo buraco, para não fazer barulho e ser percebido. Assim que entra, Gwen, amarrada e fardada o vê instantaneamente tentando o avisar de algo, com um olhar de medo e desespero, o Homem-Aranha ignora e faz um sinal pedindo silêncio. Ele olhava ao redor e não via Lagarto, então descia do teto para a parede, assim chegando ao chão, tomando cuidado. Peter então vai até Gwen tira o fardo de sua boca e enquanto desamarrava ela, a garota diz "Cuidado, ele está aqui." Nisso Peter se concentra nela e percebe que o sentido aranha foi ativado, dando um mortal para trás, era Lagarto tentando acertá-lo, então o Aranha olha para ele e diz com ironia "Pô, ataque pelas costas é tirar vantagem!" e olhando pra Gwen pergunta "Por que não me disse antes? O gato comeu sua lín...?", então repentinamente Lagarto tenta acertar outro soco em Peter, errando novamente, com outro desvio "Espera eu terminar de falar, pô!" e então Aranha diz "Ei, feioso. Vem cá, sabia que é errado atrapalhar a conversa dos outros? Vou te dar uma lição..." nisso Peter lança uma teia no punho de Lagarto, mas ele se aproveita e usa dela para lançar Peter longe, Gwen se espanta e então o herói diz "De novo não..."

Era um momento de medo e arrepio tanto para Gwen quanto o Homem-Aranha, os dois achavam que Peter iria morrer, mas ele estava com sua força de vontade ao máximo, se levantando aos poucos, mesmo com muita dor e dificuldade, Lagarto sorri de um modo maldoso, encarando Peter e falando "Vamos acabar logo com isso.", assim expirando um ar frio por suas narinas. Nesse mesmo momento, Lagarto olha para suas garras da mão e tenta enfiá-las no coração de Peter, mas com sua força em seu auge até o momento, consegue desviar mesmo com dificuldades, seu uniforme tinha se rasgado em algumas partes, e Gwen, vendo a situação do herói, grita "Pare, por favor! Você está se jogando para a mor...", mas então o herói a interrompe "Quieta. Eu jurei que usaria meus poderes com responsabilidade, e enquanto você não estiver à salva, eu não irei morrer!"

Gwen, arrepiada com a reação do Homem-Aranha, fica em silêncio e então Lagarto e Aranha, que estão à poucos metros de distância, começam a correr com fúria na direção um do outro, Peter mal corria direito, mas nem por isso parou, e ao um chegar do lado do outro, Lagarto tenta atacar com suas garras, mas Peter salta desviando e seu sentido aranha capta algo, olhando para trás com uma rápida percepção vendo a cauda do vilão por trás, segurando ela no momento certo e jogando seu adversário para longe, falando então "Agora você morre, desgraçado!", então o herói sai correndo na direção de Lagarto, lançando suas teias uma por vez, prendendo ele no chão, e socando ele diversas vezes no rosto, liberando sua raiva, mas Lagarto reage e se solta, todo ensaguentado junto de Peter, Gwen chorava de tristeza e medo, e ao ver ela Peter instantaneamente olha para Lagarto, e vendo o que causou, olha suas mãos sujas de sangue e diz para si mesmo "O que eu fiz, não sou um assassino...", Lagarto, mesmo se soltando das teias, mal tinha forças para se levantar, permanecendo no chão.

Nesse instante a polícia chega no local, vendo a situação, apontam armas para Peter e Lagarto, falarem para porem as mãos na cabeça e deitarem no chão, Lagarto faz tal procedimento, Peter então vai andando com dificuldades para saída falando "Desculpem se exagerei. Agora é com vocês, policiais." Nisso, eles apontam a arma para o Homem-Aranha e um deles fala "Não, você entendeu errado. Você também deve se deitar e pôr as mãos sobre a cabeça" Peter então olha para eles e diz "Desculpe, mas não dessa vez.", nisso ele lança uma teia em direção da brecha por onde entrou saindo do local. Os policiais tentam acertar tiros mas não conseguem. Então o capitão Stacy entra no local, e procurando ao redor vê sua filha e grita com alegria indo na direção dela "Filha!", Gwen, com choro de alegria, ao ver seu pai reage da mesma forma "Pai!", então George desamarra sua filha e eles se abraçam, chorando de felicidade. Enquanto ocorria o momento de felicidade de pai e filha, outros policiais pedem para injetar tranquilizantes no Lagarto, nisso eles executam a ação e ele , fazendo aquele monstruoso lagarto desabar sobre o sujo chão, totalmente inconsciente.

Peter então chega em casa pela madrugada, demorando três horas culpa dos ferimentos, e tentando entrar escondido, sem o uniforme já, abre a porta e tia May aguardava por ele, perguntando onde estava, Peter se assusta e tenta esconder os ferimentos, para sua tia não ver, já que as luzes estavam apagadas, mas ela acende e volta a perguntar onde esteve com um raiva, então vendo os machucados, pergunta com preocupação "Peter, meu deus! O que aconteceu com você?", então ele diz de cabeça baixa "Estava voltando pra casa, quando uns ladrões me pegaram e me levaram para um bueiro, eu falei que não tinha nada e eles me espancaram.", então a tia olha para ele e diz "Não é só isso, você tem chegado tarde todos esses dias. Amanhã te levo para o hospital e depois estará de castigo, mocinho.", então Peter inconformado e desesperado pergunta "Por que?? Eu não fiz nada!", a tia, brava com ele fala "Você está mentindo, aliás, você ainda está com sua mochila. Não foi assaltado coisa nenhuma! Enquanto decidir mentir para sua tia estará de castigo!", Peter, com uma reação inconformada, vai para seu quarto com raiva. Deitando em sua cama, olha para o teto e diz "Ela não pode saber, ou vou me ferrar mais ainda! Eu não posso contar!", fechando os olhos e dormindo para o dia seguinte, com algumas dores ainda.

O doutor Curt Connors estava na cadeia, em sua cela jogando uma pedra para cima e a segurando novamente, repetindo o processo sentado em sua cama, então ele sussurra "Parker, eu terei minha vingança..." Nisso um breve flashback se inicia, onde Connors batalhava contra Peter como Lagarto no esgoto de Nova Iorque, tentando escapar com o projeto, e após derrotar o Homem-Aranha, Lagarto sorri e tira a mascara de Peter, a colocando de volta, e antes de sair do esgoto, aplica o projeto em si mesmo e acaba descobrindo quem era ele "Peter Parker!" gritou Lagarto, saindo dos esgotos, pondo a mascara de volta em Peter. Assim se encerra o flashback e Connors continuava tacando a pedra para o alto e segurando-a de novo, dando uma risada maligna que se prosseguia. "Olhem a cela 16! Rápido!" gritou um dos policiais, e ao outros se aproximarem, Connors se cala para não ocorrer confusão.

PERSONAGENSEditar

VILÕESEditar

CURIOSIDADESEditar

  • O episódio teve inspiração em cenas dos quadrinhos do Ultimate Homem-Aranha, como o castigo de Peter, a cena das fotos para o jornal e a cena final de Connors, baseada em uma cena do Dr. Octopus dos quadrinhos.
  • O episódio teve algumas informações à mais adicionadas pelo usuário HanssenF, que contribuiu na formação do episódio.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.