FANDOM


Detenção
Capítulo 3 OCDUH
Informações Gerais
Série O Caminho de um Herói
Temporada
Arco 1° Arco - A Nova Escola
Número do Episódio 003
Sequência
Episódio Anterior Bem-Vindo a Escola
Episódio Seguinte Melhorando os Poderes
Créditos
Escrito por Espadachim das Sombras

Detenção é o terceiro episódio da primeira temporada de O Caminho de um Herói. Foi lançado no dia 04 de Fevereiro de 2018.

SinopseEditar

Jacob, um colega de Jack, provoca o garoto, o que causa uma briga entre os dois. Com isso, a punição deles será uma detenção no Sábado, enquanto a maioria dos alunos vai ficar com a família, pois nos fins de semana é permitido sair do internato. Para piorar, um vilão invade a escola, o que deixa a missão de derrotá-lo com os professores e os alunos que ficaram lá, entre eles Jack.

EnredoEditar

19 de Abril de 2018, Quinta-Feira, Manhattan, Nova York

Na Escola Preparatória Para Adolescentes com Super-Poderes, a sineta tocou anunciando a hora do café da manhã, que ocorria logo após o primeiro horário de aulas. Assim que a sineta tocou todos os alunos da turma de Jack, a 1-A começaram a se levantar das suas cadeiras para irem até o refeitório. Jack foi um dos primeiros a se levantar, se levantando no mesmo momento que Liam, que falou algumas coisas nada boas sobre o refeitório e muito menos sobre Jacob Lyeber, colega deles dois, que Jack não ter muita cara de herói só de olhar pra ele, então era estranho um adolescente mal encarado como ele estar em uma escola preparatória para adolescentes usarem seus poderes para o bem no futuro, mas Jack sempre foi ensinado a não julgar alguém pelas aparências então não faria aquilo daquela vez.

Não demorou muito para todos os adolescentes pertencentes a turma 1-A saírem de sua sala. Jack foi um dos últimos a sair porque se sentava no fundo da sala. Oliver ficou na entrada da sala esperando Jack e Liam, e ficou feliz quando os dois finalmente se juntaram a ele. O corredor das salas estava cheio de alunos indo em direção ao refeitório, que a propósito Jack sequer sabia aonde ficava.

— Hey, aonde fica o refeitório? — Perguntou Jack, olhando de Oliver pra Liam — Ele fica em algum andar de cima ou algo do tipo?

— Quê? Claro que não, tá ficando loucão? — Retrucou Liam — Acha mesmo que um refeitório ia ficar num andar de cima? O coma afetou a sua mente ou algo do tipo?

— Não né Liam, foi só uma dúvida — Retrucou Jack — Vocês estão aqui a sei lá quantos dias, eu cheguei hoje.

— Estamos aqui a especificamente dezenove dias — Respondeu Oliver — E o refeitório fica depois de uma porta a direita do corredor onde fica a sala do diretor. Vamos pra lá logo antes que fiquemos sem uma mesa para poder sentar.

— Caramba, a concorrência é tão grande assim por aqui? — Perguntou Jack, parecendo surpreso com o que tinha acabado de ouvir.

— Com certeza — Respondeu Oliver — A escola tem muitos alunos, ao total 120, então a concorrência pra arrumar uma mesa é sempre grande.

— Entendo — Concordou Jack — Como é que você sabe até quantos alunos tem na escola, Oliver?

— É importante se saber disso quando é representante de sala — Explicou Oliver.

— Na verdade, nem é importante, ele só procurou saber quantos alunos tem na escola mesmo pra pagar de inteligente — Ironizou Liam, soltando uma risadinha em seguida.

— Claro que não, Liam — Retrucou Oliver — Só acho que é importante para um aluno, principalmente um representante de sala querer saber quantos alunos tem na escola.

— E pra que isso seria importante, Oliver? — Perguntou Liam, erguendo as sobrancelhas — Não é como se fosse cair em uma prova a pergunta "quantos alunos tem na escola?". Estamos aqui pra aprender a controlar os nossos poderes, e não a saber quantos alunos tem na escola.

— Ah, falando em provas, pessoal, quando elas começam? — Perguntou Jack.

— Ainda não sabemos, mas não deve demorar — Respondeu Oliver.

— Uau, Ollie, como que o grande representante da nossa turma não sabe quando vão começar as provas? — Ironizou Liam.

— Primeiramente, eu já disse que não gosto que você me chame de Ollie, Liam. Segundo, eu sou representante da sala, não professor — Retrucou Oliver, enquanto entrava no refeitório junto de Liam e Jack.

— Ih, a fila tá grande pra pegar o café da manhã... — Reclamou Jack, olhando au seu redor e vendo que havia realmente uma enorme fila pra pegar o café da manhã, e além do mais várias das mesas já estavam cheias.

— Vamos pra a fila logo, rápido! — Exclamou Liam, logo saindo correndo para a frente e entrando lá. Oliver e Jack seguiram ele, correndo, então ficando atrás dele nessa mesma ordem.

— Quanto tempo dura o intervalo pro café da manhã? — Perguntou Jack, olhando para Oliver e Liam. — Quinze minutos — Respondeu Oliver.

— É, se sairmos dessa fila em dez já vai ser bom demais — Retrucou Liam.

Jack olhou para o tamanho da fila e percebeu que talvez eles realmente demorariam ali, isso porque haviam simplesmente doze alunos antes de Liam, ou seja, uma quantidade considerável de alunos. Felizmente, não demorou quase nada pra eles saírem da fila porque era bem rápido pegar seu café da manhã, era só escolher uma opção entre misto quente, cachorro-quente ou um salgado e depois algum suco ou nescau. Demorou apenas cinco minutos para as doze pessoas em frente a Liam, Oliver e Jack saírem da fila, e logo em seguida eles conseguiram pegar seus cafés da manhã.

Liam foi o primeiro a pegar o seu, optando por dois cachorros-quentes e um copo de nescau. Oliver, por sua vez, escolheu dois mistos quentes e um copo de suco de maracujá e por fim Jack quis apenas dois pastéis e um copo de suco de laranja. Agora eles precisavam arranjar uma mesa para ficarem no café da manhã, e apesar de haverem pouquíssimas livres, ainda haviam. O trio correu para a primeira mesa vazia que viram e conseguiram se sentar lá.

— Ufa, conseguimos arranjar um lugar — Comemorou Liam, soltando um suspiro em seguida.

— Posso fazer uma pergunta? — Perguntou Jack, tomando um gole de suco em seguida.

— Você já está — Ironizou Liam.

— Eu tô falando sério — Retrucou Jack, revirando os olhos.

— Eu sei, só pergunta logo — Retrucou Liam.

— Desde quando essa escola foi fundada? — Perguntou Jack, olhando de Liam para Oliver.

— Desde o dia primeiro desse mês — Respondeu Oliver.

— Quê? Sério? — Perguntou Jack, surpreso — Como fizeram uma escola tão rápido?

— Nem eu sei — Respondeu Oliver — Ela começou a ser construída dia 19 de Março, quando as primeiras pessoas começaram a demonstrar sintomas de super-poderes, e originalmente, abrigaria poucos alunos porque ninguém sabia que tantas pessoas assim despertariam poderes pelo país, mas com mais pessoas despertando poderes a cada dia, acabou que decidiram fazer uma escola grande, e hoje em dia ela é assim.

— Você fala hoje em dia como se fizesse uma eternidade que a escola foi fundada, Ollie — Ironizou Liam.

— Não me chama de Ollie, Liam, é Oliver! — Reclamou Oliver, impaciente.

— Como você sabe disso, Oliver? — Perguntou Jack, confuso.

— Foi a primeira coisa que estudamos na aula de História — Explicou Oliver.

— Ah, falando em aula de História, como eu vou fazer as provas sem saber de metade dos assuntos que vocês sabem? — Perguntou Jack — Vocês já devem ter aprendido muito em dezenove dias...

— Não foram dezenove dias de aula, foram treze, esse é o décimo quarto da gente — Explicou Oliver — Estamos aqui a dezenove dias contando com os fins de semana, que a propósito, é os dias em que a escola fica mais vazia, porque boa parte da escola vai visitar a família.

— Eu sempre aproveito pra ir visitar minha mãe, então nunca estou aqui nos fins de semana — Explicou Liam.

— Mas eu, como meus pais já não estão mais vivos, sempre fico aqui — Comentou Oliver — Eu até queria visitar os meus tios, mas eles estão sempre ocupados, então melhor eu ficar por aqui.

— Infelizmente você vai ficar sem nós nesse fim de semana, Oliver, porque eu vou visitar os meus pais e o Liam vai visitar a mãe dele — Comentou Jack.

— Vai ser um duro um fim de semana sem meus melhores amigos, mas eu aguento — Retrucou Oliver — Até porque desde que cheguei a escola estou passando os fins de semana sem vocês, se não percebeu.

Depois disso, eles decidiram parar de conversar e começar a comer, até porque faltavam apenas cinco minutos para tocar a sineta anunciando o início do segundo horário de aulas. Jack estava acostumado a comer rápido, então foi o primeiro a terminar, e ele pensou que nada de ruim ocorreria, mas ele estava errado. De repente o valentão de sua turma, Jacob, chegou até a mesa em que ele, Oliver e Liam estavam.

— O que você quer aqui, Jacob? — Perguntou Liam, olhando confuso para o colega.

— Vim aqui apenas pra cumprimentar o aluno novato, Liam, relaxa — Respondeu Jacob, se aproximando de Jack e estendendo a mão direita para ele — Eu sou Jacob Lyeber, e você é Jack Rize, não é?

— Isso mesmo — Respondeu Jack, apertando a mão de Jacob, um pouco confuso, isso porque ele realmente não parecia nada com o valentão que Liam tinha dito que ele era.

— Tô curioso sobre o seu super-poder, na verdade, muita gente da sala tá, porque cê não contou pra ninguém, qual é? Todo mundo da sala sabe os poderes um do outro... — Comentou Jacob.

— Ainda não tive a oportunidade de dizer — Se explicou Jack — Mas, se quer saber, meu super-poder é a hidrocinese, eu controlo a água.

— Eu sei o que é hidrocinese, Liam, acha que eu sou burro? — Retrucou Jacob.

— Não, claro que não... — Comentou Jack — Mas eu já disse o meu poder, e que tal você dizer o seu?

— Ah, claro — Aceitou Jacob — Eu consigo manipular o som. Sabe, posso apenas lançar rajadas sonoras das palmas das minhas mãos, mas os professores me disseram que futuramente eu posso fazer coisas como diminuir o som de um ambiente, aumentar o som e tudo mais. Mas aí, eu tô curioso pra ver seu super-poder. Por que não me mostra?

— Ah, é que eu ainda não sei controlar ele direito... — Explicou Jack, abaixando a cabeça, nervoso — Só consigo fazer a água sair do copo, nada demais.

— Você tá falando sério?! — Perguntou Jacob, então começando a rir histericamente em seguida — Qual é, mas que piada, cara! Você pode controlar um terço do mundo mas só consegue tirar um pouco de água de um copo? Que otário...

— Dá um desconto, Jacob, ele acordou de um coma ontem — Comentou Oliver.

— Cala a boca que eu tô falando com ele e não com você, Oliver — Retrucou Jacob, parando de rir de repente.

— Ora, respeite o representante da nossa sala! — Exclamou Oliver.

— Se liga, Oliver, você pode representar a nossa sala mas não tem poder nenhum na gente — Retrucou Jacob — Sério que você ficou em coma para quando acordar não saber nem usar seu poder, Jack? Pensei que o novato seria forte, mas é só uma piada mesmo. O que tá fazendo numa escola para aspirantes a super-heróis?

— O que todos estamos fazendo aqui, Jacob, aprendendo a controlar os poderes — Retrucou Jack, então se levantando — E eu não sou nem um otário e nem uma piada, olha como fala comigo, babaca.

— Você tá me desafiando? — Perguntou Jacob, de repente parecendo furioso — Olha como fala comigo, seu merda!

A tensão estava começando a aumentar, e justamente por isso todos começaram a olhar para Jacob e Jack, que eram os únicos a estar de pé no refeitório todo.

— Você que veio falar merda do meu poder porque eu não sei controlar ele muito bem, eu não tenho culpa — Retrucou Jack.

— Olha, você já tá me deixando sem paciência, será que eu vou ter que te ensinar uma lição? — Perguntou Jacob.

— Hey, Jacob, calma, estamos no refeitório! — Exclamou Oliver.

— Cala a boca, Oliver, você não manda em mim! — Exclamou Jacob — Se liga, novato, eu até pensei que você poderia ser meu amigo, mas agora eu só quero quebrar a sua cara mesmo. Vou te ensinar a respeitar os veteranos, inútil.

E então Jacob cerrou o punho direito e tentou dar um soco em Jack, que se defendeu por pouco. Jack já tinha se envolvido em algumas brigas durante todos seus anos escolares, mais do que o normal, então sabia bem brigar, mas a questão era que nas suas brigas anteriores ainda não existiam super-humanos e ele só tinha enfrentado pessoas normais, diferente de Jacob, que era um super-humano igual ele.

Jack realmente não queria brigar, não em seu primeiro dia de aula, mas não podia fazer nada a não ser se defender de Jacob. O loiro saltou pra trás e tentou chutar a cabeça de Jack, que se abaixou, e aproveitando que o colega estava em apenas um pé, derrubou ele no chão. Algumas pessoas fizeram "ooh".

Jacob se levantou ainda mais furioso do que tinha caído e correu em direção a Jack, tentando dar um soco no mesmo. Jack esquivou e socou a barriga de Jacob, que cambaleou para trás. Jack tentou dar outro soco em Jacob, que se defendeu com uma mão e socou o rosto de Jack com a outra, fazendo ele cambalear para trás. O novato sentiu um pouco de sangue escorrer da sua boca, mas não ligou e saiu correndo em direção a Jacob, ambos com os punhos cerrados.

Os dois teriam se socado, mas de repente nenhum dos dois conseguiu se mover, era como se algo estivesse restringindo os movimentos deles. Jack fez de tudo para se mexer, mas não conseguiu, até que de repente ele e Jacob foram levitados, e no ar, Jack voltou a sentir seus movimentos. De repente, uma pessoa apareceu no refeitório, uma mulher. Ela tinha estatura mediana, pele branca, cabelos verdes longos e olhos também verdes.

— Quem é você?! — Perguntou Jack.

— Zoe Aria, a professora de Inglês de vocês — Respondeu a mulher.

— Solta a gente! — Exclamou Jack, impaciente.

— Vou soltar sim, mas daqui vocês vão direto comigo para a diretoria — Avisou Zoe.

E no instante seguinte, Jack e Jacob foram descendo até o chão lentamente, então caindo lá.

— Venham comigo — Avisou Zoe, dando as costas para eles e começando a andar.

Jack e Jacob trocaram olhares impacientes e seguiram a professora deles, e nesse mesmo instante a sineta tocou anunciando o início do segundo horário, cuja aula na turma 1-A era justamente a de Inglês. Para a sorte de Zoe, a diretoria ficava perto do refeitório, então ela logo entrou lá junto de Jack e Jacob, mas apenas após pedir a permissão para o diretor, que estava lá dentro.

— O que houve, Zoe? — Perguntou o diretor Roger.

— Esses dois alunos aqui estavam brigando — Avisou Zoe — Então, trouxe eles para cá pra o senhor decidir o que vai fazer com eles, senhor diretor, mas agora, com licença, eu tenho uma aula para dar na turma 1-A.

— Pode deixar eles comigo, Zoe — Disse Roger.

Zoe balançou a cabeça positivamente e então saiu da sala do diretor. Jack e Jacob andaram até a mesa do diretor.

— Se sentem — Pediu Roger, e Jack e Jacob imediatamente se levantaram — Me diga, por que vocês brigaram? Francamente, Jack, logo no seu primeiro dia de aula?

— Bom, ele falou mal de mim só porque eu não sei controlar o meu super-poder, e quando eu retruquei ele, ele ficou com raiva e avançou pra cima de mim... — Explicou Jack.

— Isso é verdade, Jacob? — Perguntou Roger.

— S-sim... — Respondeu Jacob, abaixando a cabeça.

— Sinceramente, eu nunca esperei isso de dois alunos do Ensino Médio, francamente! O que vocês acham que são, crianças do Ensino Fundamental? Vocês já vão fazer dezesseis anos, se comportem como verdadeiros adolescentes, por favor — O diretor parecia verdadeiramente decepcionado com Jack e Jacob — Desculpem, mas eu vou ter que punir vocês. Vocês vão ficar na escola no fim de semana e terão detenção aqui na minha sala as 9:00 do Sábado.

— Ah, logo no Sábado, diretor?! — Perguntou Jack, surpreso — Ah, eu queria tanto visitar meus pais.

— Vocês tem que ser punidos pela briga de vocês, e essa é a punição — Avisou Roger — Agora, vão para a sala de vocês antes que a professora não deixe vocês entrarem lá. Estarei esperando vocês aqui no Sábado.

Jack suspirou em seguida, um pouco impaciente, e logo se levantou da cadeira aonde estava e saiu da sala do diretor, seguido por Jacob. Eles não falaram nada durante todo o caminho até a sala deles, porque realmente não estavam afim de conversar. Devia ser um recorde, receber uma detenção no primeiro dia de aula... Mas o pior ainda estava por vir, infelizmente. Jack foi quem abriu a porta da sua sala.

— Posso entrar? — Perguntou Jack.

— Sim, os dois — Respondeu a professora Zoe, balançando a cabeça positivamente.

Jack suspirou, aliviado, porque pior do que ter que ficar na escola no fim de semana e receber uma detenção no Sábado, era ainda perder o quinto horário. Ele e Jacob então entraram na sala deles, com Jacob fechando a porta dela por ser o último a entrar. Os dois logo se sentaram. — O que aconteceu? — Murmurou Liam, atrás de Jack.

— Vamos ter que ficar na escola no fim de semana e recebemos uma detenção no Sábado — Explicou Jack.

— Caramba, vocês se lascaram mesmo... — Comentou Liam — Pelo menos você vai poder ficar na escola com o Ollie.

— Isso me deixaria feliz se não fosse a detenção — Retrucou Jack.

— Jack e Liam, façam silêncio ou eu serei obrigada a tirar vocês da sala — Avisou a professora Zoe, e imediatamente Jack e Liam se calaram.

21 de Abril de 2018, Sábado, Manhattan, Nova York

Quinta e Sexta-Feira se passaram rápido demais para o gosto de Jack, e infelizmente logo chegou o Sábado. Os pais de Jack já tinham ficado cientes da punição dele, isso porque ele ligou pra eles na Quinta para avisar. Jack planejava dormir até tarde o fim de semana todo mas aquilo infelizmente não ocorreria, ele só conseguiria fazer aquilo no Domingo. Jack acordou as 8:00 da manhã e logo subiu para o terceiro andar da escola, aonde ficavam os banheiros e vestiários. Jack saiu de lá as 8:30 e já desceu para o refeitório, que estava praticamente vazio, haviam alguns poucos alunos. A escola era bem vazia no Sábado porque a maioria dos alunos iam visitar os pais nos fins de semana, mas pra a felicidade de Jack, Oliver e Sophia sempre ficavam na escola nos fins de semana. A única coisa que deixava ele com raiva era a sua detenção com Jacob.

Depois de tomar café, dez minutos depois de chegar ao refeitório, Jack foi para o seu quarto, ficando lá até que faltavam cinco minutos para a sua detenção começar, então ele decidiu sair de seu quarto, e viu que Jacob estava descendo as escadas para o primeiro andar. Jack seguiu Jacob, que entrou na sala do diretor um minuto antes dele, mas logo os dois estavam lá dentro, assim como o diretor.

— Como vai ser a nossa detenção, diretor? — Perguntou Jack.

— Vocês vão ter que separar os arquivos dos alunos em ordem alfabética e me entregarem — Avisou o diretor — Ficarei monitorando vocês, e só poderão sair daqui quando terminarem tudo. Ainda não são nove horas, mas comecem logo para não perderem tempo...

E enquanto isso, algo terrível estava prestes a acontecer. Um homem estava em frente a escola. Ele não parecia nem tão jovem nem tão velho, devia ter entre vinte e trinta anos. Sua estatura era mediana e sua pele, branca. Seus cabelos também eram brancos, além de grandes e lisos. Seus olhos eram amarelados e ele vestia uma camisa de manga longa branca e calças jeans. Ele olhou ao seu redor e viu que não havia ninguém na rua.

— É chegada a hora de eu me tornar ainda mais forte... — Murmurou.

E então, de repente, o homem desapareceu, ficando invisível. Enquanto isso, Jack, Jacob e Roger estavam na sala do diretor. Roger estava sentado em sua cadeira, enquanto Jack e Jacob liam os arquivos de cada aluno para separar em ordem alfabética, completamente distraídos. Foi então que o diretor Roger se levantou e avisou:

— Vou no refeitório tomar um cafézinho, nem pensem em sair dali.

— Tá bom, diretor... — Comentou Jack.

Após Jack falar isso, o diretor abriu a porta de sua sala e saiu de lá, fechando a porta da mesma ao passar. Foi então que de repente, atrás de Jack e Jacob, apareceu alguém: O mesmo homem que estava em frente a escola.

Esses poderes de invisilidade e intangibilidade serviram muito, finalmente consegui me infiltrar nessa escola. Vou iniciar o meu plano com esses dois garotos aqui, só espero que eles tenham bons poderes — Pensou o homem.

Jack e Jacob estavam tão ocupados que não perceberam o homem se aproximando mais deles e então segurando a cabeça de cada um, Jack com a mão direita e Jacob com a esquerda. Os dois de repente sentiram uma dor extremamente forte em suas cabeças e começaram a gritar, porém seus gritos sequer foram ouvidos. Eles tentaram se mover, mas não conseguiam. Eles estavam totalmente a mercê do desconhecido.

Só espero que ninguém chegue aqui durante os cinco minutos que eu preciso para copiar os poderes deles — Pensou o homem desconhecido.

E cinco minutos se passaram. O homem desconhecido logo parou de segurar as cabeças de Jack e Jacob, cujas cabeças doíam tanto que pareciam que iam explodir. Eles não conseguiam fazer nada, até mesmo se levantar ou virar a cabeça pra trás pra ver o que estava acontecendo. O homem desconhecido estava preparado para sair da sala do diretor quando Roger abriu a porta de lá, ficando surpreso ao ver um desconhecido.

— Quem é você e o que faz na minha escola?! — Perguntou Roger, alarmado.

— Pode me chamar de... O Copiador. Deixe-me explicar o que faço aqui. Eu tenho a habilidade de copiar qualquer super-poder, contanto que segure na cabeça de algum super-humano por cinco minutos. Vim aqui para copiar uns super-poderes, mas não esperava que fosse descoberto tão rápido, então me desculpe, mas eu vou ter que dar no pé — Se explicou o Copiador.

— Daqui você não passa — Avisou Roger.

— Ah, eu passo sim — Retrucou O Copiador.

O vilão então estendeu o braço direito para a frente, com a mão direita aberta, e de lá ele lançou uma rajada sonora que atingiu o peito de Roger e o jogou para trás. O diretor caiu com tudo no chão, sentindo um pouco de dor de cabeça por conta da rajada sonora, que tinha sido copiada de Jacob. Falando nele, ele e Jack finalmente conseguiram se levantar após a dor de cabeça deles sumir.

— Quem é você?! — Perguntou Jack. O Copiador se virou para ele e Jacob.

— Ninguém importante — Retrucou O Copiador — Seguinte, eu não quero matar ninguém, okay? Só me deixem ir embora que fica tudo bem.

— Você invade a nossa escola e depois quer sair como se nada tivesse acontecido? Você não vai sair daqui, seu merdinha! — Exclamou Jacob, saindo correndo em direção ao Copiador com o punho direito cerrado.

Jacob tentou dar um soco no Copiador, mas ele ficou intangível e o loiro passou direto por ele, caindo perto do diretor, que se levantou.

— Por que você veio aqui para copiar poderes? — Perguntou Roger.

— Porque aqui é onde mais estão reunidos super-humanos. Eu poderia vir em um dia de semana mas seria perigoso, então o que melhor do que vir aqui em um fim de semana aonde a escola está praticamente vazia? — Explicou Copiador.

— E por que você copia poderes? — Perguntou Roger.

— Porque eu quero me tornar forte, e imaginem o quão invencível eu posso ficar com vários poderes? Eu poderia fazer tudo o que eu quiser, ninguém poderia me deter, todos teriam que se curvar a mim — Respondeu Copiador — Mas devo dizer que vocês estão atrapalhando os meus planos. Eu adoraria copiar todos os poderes dos super-humanos aqui, mas agora que vocês me descobriram, eu vou ter que vazar...

Jack percebeu que Copiador estava distraído e virado para trás, então saiu correndo em direção a ele e deu um chute em suas costas. O vilão cambaleou para a frente, mas rapidamente se virou para Jack e então lançou uma rajada sonora da palma de sua mão direita. Jack foi atingido no peito, sendo jogado para trás e sentindo uma forte dor de cabeça. Ele bateu em uma parede.

De repente, Roger atacou, cerrando seu punho direito e estendendo o seu braço direito em direção a Copiador, que segurou seu murro, puxou ele para perto e então socou a sua cara com força. Depois disso, Copiador soltou Roger e então, ficou intangível mais uma vez.

— Rápido, vamos pra entrada da escola, ele deve estar indo pra lá! — Exclamou Roger, se levantando.

Roger logo saiu correndo para a porta de entrada da escola, sendo seguido por Jacob. Jack continuava cáido, atordoado. Roger abriu a porta de entrada da escola, e de lá viu Copiador voltando a aparecer, em frente ao portão da escola, no lado da rua.

— Vocês ainda vão ouvir falar de mim... — Murmurou, e então ficou intangível novamente.

— O que vamos fazer, diretor? — Perguntou Jacob.

— Voltem para seus quartos imediatamente, vou fazer uma reunião de emergência com os professores. Você e Jack estão livres de sua detenção — E após falar isso, Roger saiu correndo para dentro da escola.

PersonagensEditar

VilõesEditar

CuriosidadesEditar

  • Originalmente seria maior a luta de Jack, Jacob e Roger vs Copiador, e além do mais Oliver e Sophia se envolveriam também, mas para o capítulo não ficar muito grande isso foi cortado.