FANDOM


Acossamento
Questão4
Informações Gerais
Série O Questão: O Diabo nos Detalhes
Temporada 1
Arco Corruptela
Número do Episódio 4
Sequência
Episódio Anterior Mansão Bertinelli
Episódio Seguinte A Caçadora
Créditos
Escrito por NerdHero08

Acossamento é o quarto episódio da série O Questão: O Diabo nos Detalhes, dando fim ao arco Corruptela.

Sinopse Editar

Charles procura a caçadora, com o objetivo de estabelecer uma parceria para a derrota de mafiosos.

Enredo Editar

Terça, 24 de Setembro, 2017 Editar

Tenho uma nova estratégia. Uma parceria consideravelmente inusitada. Me refiro a filha de Frank, Helena Bertinelli. Que tinha, com fracasso, atacado o seu pai ontem à noite. Creio que seja vingança, devido ao assassinato de sua mãe. Para descobrir dos crimes de seu pai, deve ser uma boa investigadora. Todavia reside na mesma moradia do acusado, assim facilitando ardentemente sua investigação. Acredito que seria uma vantagem pedir a ajuda de Tot, pois além de ele ser cientista, jornalista e professor universitário, tinha um alto conhecimento sobre tecnologia e hacktivismo. Mas minha principal dúvida era qual pseudônimo utilizar. Poderia ser um vigilante sem rosto ou um jornalista conhecido por suas polêmicas e paranoias. Decidi ir como Charles Szazs, pois uma relação entre meu pseudônimo e Tot divulgaria uma dica para a descoberta de minha verdadeira identidade. Porém, mesmo vestindo um paletó de cor preta e uma calça de malha de mesma cor, coloquei dentro do bolso esquerdo do paletó a minha máscara, no bolso direito o dobrado sobretudo, e preso num cinto escondido o meu chapéu, para o caso de alguma emergência. Então saí de casa e pedi um táxi e fui direto para a baixa zona leste, onde habitava Tot.

Chegando então, paguei 12 dólares, desci do carro e acenei para o motorista. Aproximei-me da residência e notei vozes de tons lúgubres, alta e grossa, como dispositivos musicais. Então, espiei pela janela, quando percebi que um homem de cerca de 3 metros, com 15 centímetros de largura, de pele acizentada, usando um terno luxuoso de cor lilás, pressionava meu amigo Aristotle contra a parede. Era O Mandrágora. Coloquei meu ouvido sobre a janela e comecei a ouvir o que o homem tinha a dizer: – Rodor. Se você contar para mais alguém sobre mim, não vai ser um benefício para os seus pulmões e sua filha. É melhor evitar que seu amigo jornalista crie polêmicas sobre mim no seu trabalho. Então voltei a olhar sobre a janela, e mandrágora ergueu a mão, logo socando Tot, fazendo com que ele caísse no chão imediatamente. Pensei em entrar, mas na hora, percebi que ele estava saindo da casa, então evacuei e escondi-me. Percebi que ele saiu com mais cinco homens, provavelmente trabalham para ele. Todos armados. Após a saída entrei na casa dele, entrei desesperadamente para ver se ele estava bem. Estava caído no chão, quando aproximei-me e ajudei-o a levantar-se, pondo minha mão abaixo de suas costas, além de apertar sua mão e fazendo pressão para o alto. Agora em pé, sorriu amarguradamente e pôs a mão esquerda sob meu ombro, logo abaixando a cabeça.

– Oi Vic, – Falou, ainda com um rosto afadigado, retirando o braço de minha espádua. – Do que você precisa?

– Tot! – Exclamei, com um rosto aflito – O mandrágora acabou de te espancar! Você está bem?

– Não foi nada, está tudo bem. – Disse, cobrindo seu estômago com seus braços – Quaisquer coisa que precise é para derrotá-lo, então vamos pular a conversa furada, pois não tenho muito tempo.

Então ofeguei profundamente e falei o que tinha a dizer:

– Primeiramente eu ouvi a conversa, e decidi que não vou denunciar mandrágora no telejornal, não seria capaz de comprometer a sua vida, e prefiro que não argumente quanto a isso, pois não irei mudar de ideia. Em segundo, preciso da sua ajuda, não como professor, não como cientista, e sim como um nerd da tecnologia. Tenho que encontrar uma pessoa, o nome dela é Helena Bertinelli, você pode fazer isso para mim?

– Acredito que consiga fazer isso, preciso de apenas vinte minutos. Mas pode me dizer, por qual motivo procura esta mulher?

– Uma possível parceria para a queda do império de mandrágora. Ei, eu vou deitar-me no sofá, quando encontrá-la, por favor me avise.

Estava consideravelmente exausto, então apenas deitei-me no sofá e esperei a resposta de Tot.

É incrível como o tempo passa rápido, eu mal tinha dormido e Tot havia demorado mais tempo do que estimado pelo mesmo. Acordou-me e mostrou a localização do local:

– Victor, de acordo com meus cálculos, ela está no bairro Uptown, precisamente na rua 17, alojou-se em uma casa em frente a uma pizzaria, acho que com isso você já pode encontrá-la, agora eu tenho que ir rapidamente para a faculdade. Até a próxima.

Tot então correu para fora da casa, então troquei de roupa. Vesti minha máscara, tirei meu paletó e minha calça de malha, coloquei meu chapéu e por dentro pus minha gravata. Guardei minhas roupas no guarda-roupa de Tot, e deixei uma carta explicando o motivo. Agora, eu vou em busca de Helena Bertinelli.

Personagens Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.