FANDOM


14anos ESSE CONTEÚDO É PROIBIDO PARA MENORES DE 14 ANOS
Legado
GAA-Ep6
Informações Gerais
Série Gavião Arqueiro: O Atirador
Temporada -------
Arco Gaviã Arqueira
Número do Episódio 6
Sequência
Episódio Anterior Até que a Morte nos separe
Episódio Seguinte Deadpool e Gavião Arqueiro
Créditos
Escrito por JohnyDivino
 Legado é o sexto capítulo da mini-série Gavião Arqueiro: O Atirador e começo do mini-arco Gaviã Arqueira, sendo escrito por JohnyDivino.

SINOPSEEditar

Eu sei que passou um tempo desde tudo e eu não tenho sido tão ativo, mas é que aconteceu umas coisas. Vou aproveitar esse blog para atualizar vocês e falar de uma pessoa muito importante atualmente na minha vida (espero que ela não esteja lendo isso).

ENREDOEditar

É. Foram quase seis meses sem nenhuma postagem, me desculpa. Mas eu também tenho vida sabe. Pode parecer pouco tempo, mas acontece muita coisa. Vamos começar a resumir aqui, ok?

Durante aqueles cinco meses de folga que eu postei aqui, eu tentei achar a Harpia. Aliás, eu comentei o nome dela sem querer e vocês me ajudaram muito mas até agora nada. Mano, eu pensei muito nela. Será que ela leu aquelas porcarias que eu escrevi e riu da minha cara? Se eu fosse uma mulher linda eu faria isso, ainda mais de um retardado como eu. Nesse tempo tomei muita briga do Rogers e do Stark porque arrisquei toda a comunidade heroica e mimimi. Sério, eles todos tem aventuras solos o tempo todo, por que eu não posso fazer uma? Mas o Steve entendeu meu caso e até quis me ajudar e eu como um belo retardado não aceitei.

Aqui no prédio continua normal, nada demais aconteceu. Exceto a West, ela conseguiu um emprego em Los Angeles, ouvi falar que muito bom e foi embora. Fiquei feliz e triste ao mesmo tempo. Mesmo que tenha sido bom para ela, eu sinto saudades do garoto, entendem? Ele era a alegria do apartamento. Um sorriso inocente que deixava todo mundo feliz. Pensando bem, como eu sou egoísta, #@$@%&*. A família consegue uma vida melhor e eu aqui reclamando.

Agora vamos para a atual parte mais animada da minha vida. Como punição, o Stark me deixou fora dos Vingadores quando voltei, ou seja, nada de chance de coluna quebrada para mim por um bom tempo. Por 2 semanas eu fui mandado como mentor dos Thunderbolts, acho que vocês conhecem. Aquele grupo de vilões que aceitam que o governo mande neles e pá. No início eu gostei da ideia, um pouco de respeito pelo menos. Eu, Gavião Arqueiro, mandando num grupo de vilões conhecidos como Magneto e Doutor Destino. Isso seria bem louco, né? Teria sido, mas não foi isso. O governo recentemente tinha refeito a iniciativa que tinha sido desativa, ou seja, eu peguei uma formação totalmente nova. Adivinhem os poderosíssimos vilões que eu devia mandar: Soprano, Atlas, Mach-1 e Tecno. Também tinha o Barão Zemo, aquele carinha da máscara roxa que odeia o Capitão. Acho que vocês conhecem.

O problema é que nem eu não fui com a cara deles e o sentimento foi mútuo. De sete missões a gente conseguiu completar duas, sendo que uma só foi dar ajuda para os Vingadores numa luta contra o Ultron (aquele robô assassino que quase dominou o mundo umas quatro vezes) e outra foi para um assalto do Homem-Areia e do Rhino. Tive que ser retirado do comando quando tretei com o Zemo e quase acertei uma flechada nele. É a vida, foi até melhor para mim. Pelo que sei, a Viúva assumiu. Conhecendo ela, acho que o Zemo vai ter mais alguém para confrontar.

Já que eu tinha que fazer alguma coisa, me mandaram para a academia dos Vingadores. No começo eu não quis, mas disseram que tinha uma coisa que eu ia adorar lá. E sim, eles acertaram. Lá eu conheci um povo legal e pá, como o Patriota, o Hukling e o Visão de lá, mas o que realmente me surpreendeu foi ela. A Gaviã Arqueira. Sim, uma pessoa se baseou em mim. O nome dela é Kate Bishop. Ela era competidora profissional de arco e flecha mas como era fã de nós Vingadores, ela resolveu tentar a sorte e foi aceita. O treinamento dela está quase concluído e ela vai finalmente entrar na equipe dos Jovens Vingadores.

Vocês devem estar pensando que eu sou um bocó que já está apaixonado por outra mulher, mas não. Eu me sinto feliz por ter uma pessoal que gosta de mim como herói sabe. Pelos comentário vi que vocês gostam de Clint Barton, por mais estranho que ele seja, mas não conhecia ninguém que gostava d'O Atirador. É como se eu estivesse passando meu "legado", entendem? Fora isso, eu estou atrás da paixão da minha vida e a Katherine só tem 22 anos. Imaginar isso é doentio, ela é quase uma adolescente ainda.

Como herói, da para ver que ela é muito bem treinada. Deve ter tido mais preparo do que eu, mas ainda assim eu sou melhor. "Nossa Clint, que desumildade hein". Gente, ela me tratou como superior e disse que queria ser treinada. Bem, eu acho que depois de me conhecer mais um pouco, ela perdeu o respeito que tinha e começou a me tratar como um igual. Não sei se considero isso ruim ou bom, mas de certa forma, me sinto menos solitário. Ela é como uma amiga de infância quase 10 anos mais nova. Não sei se falo para ela do blog ou não.

Não tem como resumir bem nossa relação. Ela é uma pessoa que eu gosto demais. Mas de certa forma eu estou me sentindo como um pai. Mesmo ela podendo descer cacete em bandido, eu ligo para ela para ver se ela chegou bem em casa. Repito, não estou apaixonado.

Então, eu fui chamado pelos Vingadores. O pessoal da academia continuou conversando e pedindo dicas para mim, mas eu não estava mais trabalhando com eles. Vi que ocorreram umas diferenças na equipe. Uns membros saíram, outros entraram. Agora, por que eu estou aqui comentando? Consegui um tempinho? Na verdade, em uma missão eu inventei de pular uma janela, só que tava sem flecha gancho e me ferrei em um carro. Passei umas semanas no hospital mas já estou de volta. Aliás, esqueci de dizer. Eu adotei um cachorrinho.

Ele estava sendo maltratado no meu bairro e eu fui lá e briguei com o dono. Briguei oralmente, galera, não cheguei a bater nele, que eu lembre não. Levei ele para um veterinário e depois não sabia o que fazer. Pensei em deixar para adoção, mas o destino me pregou uma peça. Eu inventei de ir em um bar para beber alguma coisa e me meti em uma briga. Só que um cara ia meter uma garrafa de vidro na minha cabeça, mas fui salvo pelo Flecha. Sim, o nome dele é Flecha. Não fui eu que coloquei esse nome, por pura conveniência era o nome que estava na coleira dele. Não tinha como deixar isso de fora e adotei o bicho. Nem dá trabalho e eu era louco para ter um cachorro quando era menor. A Kate ama ele.

Então galera, acho que resumi tudo. Tchau gente, prometo ter uma frequência maior. 

GUIA DE REFERÊNCIASEditar

  • O Gavião realmente comandou os Thunderbolts por um tempo, mas foi bem diferente.
  • Nas HQs, os Jovens Vingadores se juntaram direto e não passaram por esse treinamento que nem na história.
  • A citação de Clint pulando de uma janela é uma referência tanto aos primeiros quadros da série do herói escrita por Matt Fraction e também da cena dele pulando do prédio e atirando uma flecha no filme de 2012 "Os Vingadores".
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.