FANDOM


O Retorno dos Vingadores, Parte Dois
Episódio 2 Avengers
Informações Gerais
Série Os Vingadores: Heróis Unidos
Temporada
Arco A Cabala
Número do Episódio 2
Sequência
Episódio Anterior O Retorno dos Vingadores, Parte Um
Episódio Seguinte A Chegada do Treinador
Créditos
Escrito por Espadachim das Sombras

O Retorno dos Vingadores, Parte Dois é o segundo episódio da primeira temporada de Os Vingadores: Heróis Unidos. Foi lançado dia 07 de Janeiro de 2018.

SinopseEditar

Fora do heroísmo a muito tempo, os Vingadores estão tendo certa dificuldade para derrotar a Cabala, afinal, não lutavam a muito tempo. O Caveira Vermelha sente como se já tivesse a vitória na mão, porém de repente, o Homem-Aranha aparece. Motivados pela chegada do herói, que não tinha parado de lutar contra o crime, os Vingadores fazem de tudo pra deter a Cabala.

EnredoEditar

No episódio anterior de "Os Vingadores: Heróis Unidos": O Caveira Vermelha se uniu a M.O.D.O.K, Loki, Attuma, Doutor Destino e Duende Verde, com os seis formando uma equipe de vilões chamada "Cabala". Eles atacaram Manhattan pra chamar a atenção dos Vingadores, que estavam separados a cinco meses. Steve Rogers, o Capitão América, contatou Tony Stark, o Homem de Ferro, que contatou o resto dos Vingadores, e assim a equipe estava reunida mais uma vez, agora pra enfrentar a Cabala.

— Então... Quem vai lutar contra quem? — Perguntou Gavião Arqueiro, que tinha acabado de botar uma flecha no seu arco, apontando a mesma para o peito do Caveira Vermelha.

— O que você acha que isso é, Gavião, uma brincadeira? — Perguntou a Viúva Negra.

— Não, mas não vamos todos nos jogar em cima de um vilão só, né? — Retrucou o Gavião Arqueiro, revirando os olhos.

— O Gavião está certo — Concordou o Homem de Ferro — Cada um de nós precisa enfrentar um oponente de força equivalente.

— Ninguém de vocês tem poder equivalente ao meu, Homem de Ferro — Comentou Doutor Destino — Vocês não são páreos para mim.

— Não nos vemos desde o ano passado e você continua arrogante, não é, Destino? — Comentou o Homem-Formiga.

— Não estou sendo arrogante, estou sendo apenas realista — Retrucou Doutor Destino. Uma aura amarela surgiu ao redor de seu punho esquerdo, que estava seguido.

— Esperei muito tempo por essa oportunidade, Vingadores... — Comentou Caveira Vermelha — A meses estava arquitetando o plano de reunir tantos vilões perigosos assim em uma única equipe, e quem diria? Eu consegui. Foi difícil, mas eu consegui, e agora vocês são apenas uma pedra no meio do caminho para que o mundo, ou melhor, o universo se curve a nós!

— É, foi difícil pra você reunir essa equipe, mas vai ser mais difícil ainda derrotar a gente — Retrucou o Homem de Ferro.

— Vocês podem estar em vantagem numérica, porém nós temos a vantagem do poder — Retrucou Caveira Vermelha — Mas chega de conversa, esperei demais por esse momento pra perder meu tempo conversando. Cabala, vamos lá. É hora de exterminarmos essas pragas conhecidas como Vingadores!

Após exclamar isso, o Caveira Vermelha lançou um raio azul de seu peito, direcionado para o Capitão América, que rapidamente ergueu seu escudo. O raio bateu lá e começou a empurrar o herói para trás. O Homem de Ferro não hesitou em lançar um raio propulsor de sua mão direita, atingindo com tudo o ombro do Caveira Vermelha e fazendo ele cambalear para trás enquanto parava de atacar. O Capitão América abaixou manteve seu escudo erguido e saiu correndo em direção ao Caveira Vermelha. O Homem de Ferro começou a voar atrás dele, mas de repente, um raio lançado por M.O.D.O.K caiu bem em sua frente, o fazendo parar.

— O seu oponente sou eu, Homem de Ferro — Alertou M.O.D.O.K.

— Está realmente afim de apanhar, não é, M.O.D.O.K? — Perguntou Homem de Ferro, então apontando as mãos para seu inimigo.

— Você não sabe o quanto eu evolui enquanto você estava fora do heroísmo, Stark — Retrucou M.O.D.O.K — Estive me preparando por meses pra esse confronto que eu sabia que viria, e agora que o dia do confronto chegou... Sou eu quem trarei o seu fim.

— Chega de conversa, cabeção! — Hulk exclamou — Você vai ser esmagado!

M.O.D.O.K olhou para Hulk, que corria em sua direção, fazendo o chão tremer um pouco. Ao se aproximar do vilão Hulk saltou e cerrou seus punhos. De repente o Attuma surgiu em frente ao M.O.D.O.K, e quando Hulk tentou socar Attuma, o mesmo teve coragem de chocar seu punho com o de Hulk. O herói foi lançado para trás e caiu de pé, no chão.

— Alguém que não é esmagado fácil? É, isso vai ser divertido — Comentou o Hulk, em seguida disparando em direção ao Attuma.

— Você será o meu oponente, irmão — Comentou Thor, apontando o seu Mjolnir para Loki.

— Finalmente terei a oportunidade de matá-lo, irmão... — Comentou Loki — Esperei muito por essa oportunidade.

— Ninguém vai morre aqui hoje, Loki — Retrucou Thor — Asgard! — E então lançou seu Mjolnir.

Loki apenas revirou os seus olhos e saltou para a esquerda, esquivando, com o Mjolnir acabando por bater no chão e formar um buraco lá. De sua lança, Loki lançou um raio azul em direção a seu irmão, que saltou para trás e puxou o Mjolnir até ele, então segurando o martelo e erguendo o mesmo. O céu em cima daquela área começou a ficar nublado e raios saíram de lá, se juntando ao Mjolnir. Thor abaixou o braço e lançou raios em direção a Loki, o atingindo no peito e o jogando para trás.

— É, agora parece que somos só nós e eles — Comentou Falcão.

— Por que alguém tão forte como eu tem que enfrentar os Vingadores mais fracos? — Perguntou o Doutor Destino — Isso é patético.

— Por que todo mundo diz que somos os Vingadores mais fracos? — Reclamou o Gavião Arqueiro.

— Porque é a verdade! — Exclamou o Duende Verde — E então, Destino, você vai matar quais deles?

— Deixe o Homem-Formiga e o Falcão comigo — Avisou o Doutor Destino.

Após falar isso o Doutor Destino lançou uma rajada de energia da sua mão esquerda, direcionada ao Homem-Formiga, que de repente encolheu, esquivando do ataque, que passou com tudo por cima dele. Falcão levantou voo em direção ao Doutor Destino, que lançou uma rajada de energia de cada mão. Falcão usou suas asas pra se levantar. O Homem-Formiga surgiu na frente do Doutor Destino, voltando ao tamanho normal e tentando dar um soco nele. Doutor Destino segurou o soco dele com a mão direita, lançando uma rajada de energia da esquerda. A mesma bateu na barriga do Homem-Formiga e o jogou pra trás. Falcão tentou dar um chute em Doutor Destino, que se abaixou, esquivando e se virou para o Falcão dando um murro nas costas dele, o que jogou ele no chão.

— Por que temos que ficar logo com o Duende Verde? — Reclamou o Gavião Arqueiro — Ele não bate bem da cuca.

— Quem mais temos chances de derrotar é ele — Comentou a Viúva Negra — Queria que a gente enfrentasse quem, o Attuma?

— Qual de vocês dois quer ser explodido primeiro? — Perguntou o Duende Verde, que brincava com suas bombas abóbora jogando elas de uma mão para a outra.

— Acho que nenhum dos dois, Duende — Respondeu Gavião Arqueiro.

— Então eu mesmo vou ter que escolher... Acho que vai ser você, arqueiro! — Exclamou o Duende Verde, lançando uma de suas bombas abóbora em direção ao Gavião Arqueiro.

— E os problemas sempre vem pra mim — Respondeu o herói, enquanto lançava uma flecha explosiva.

A flecha explosiva do Gavião Arqueiro se chocou com a bomba abóbora do Duende Verde, e assim ambas explodiram. A explosão acabou sendo tão grande que o Duende Verde foi lançado para trás, que soltou a sua outra bomba abóbora, que caiu no chão e explodiu, fazendo um enorme barulho. Enquanto isso, os outros Vingadores e os membros da Cabala continuavam a lutar. O Capitão América tentou dar um soco no Caveira Vermelha, que segurou o soco e chutou a barriga do Capitão enquanto soltava a mão do mesmo. Aproveitando a distração do herói ele lançou um raio do seu peito, atingindo o peito do herói e o derrubando no chão. Caveira Vermelha saltou em direção ao Capitão América e começou a pisar no peito dele.

— No fim esse é o destino de vocês, Vingadores! — Exclamou Caveira Vermelha — Vocês nunca serão páreos para nós, a poderosa Cabala! Passaram tanto tempo fora do heroísmo que nem sabem lutar direito aqui.

— Enquanto um homem resistir, Caveira, vocês não terão vencido — Disse o Capitão América.

O Homem de Ferro continuava a sua luta com o M.O.D.O.K, com o líder da IMA lançando diversos raios de sua testa e o Homem de Ferro se contentando em apenas desviar, até que acabou sendo atingido por um que o jogou em cima do Caveira Vermelha. Homem de Ferro bateu nas costas do líder da Cabala, o tirando de cima do Capitão América. O Homem de Ferro caiu em cima do Caveira Vermelha mas logo se levantou, assim como o Capitão América.

— A luta não acabou! — Exclamou o Capitão, lançando seu escudo em direção a M.O.D.O.K.

— Ah, acabou sim! — Exclamou o M.O.D.O.K, lançando um raio de sua testa.

O raio bateu no escudo do Capitão América, rebatendo o mesmo. Com habilidade o herói conseguiu pegar sua arma, já se virando para trás. O Caveira Vermelha voava em sua direção então ele lançou seu escudo. O vilão parou de voar e pisou no chão, enquanto de seu peito lançou um raio que bateu no escudo e o jogou pra cima. O Homem de Ferro estava passando lá por cima e chutou o escudo, o jogando de volta para o Capitão, que pegou o mesmo. O M.O.D.O.K tentou atingir as costas do Capitão América com um raio lançado de sua testa, mas rapidamente Homem de Ferro pousou atrás do companheiro e lançou um raio propulsor da palma da mão direita, que foi forte o suficiente pra destruir o raio de M.O.D.O.K e ainda atingir o mesmo, o jogando pra trás.

— Nunca te disseram que atacar um oponente pelas costas é covardia, M.O.D.O.K? — Perguntou Homem de Ferro.

— Vocês são fracos separados, mas juntos continuam sendo fortes — Reclamou o Caveira Vermelha.

— Nós, Vingadores, sempre estamos unidos, Caveira — Retrucou o Capitão América — E é assim que traremos a derrota de vocês.

— Acham mesmo que tem chances contra nós? — Perguntou o Caveira Vermelha, soltando uma risada em seguida — Olhem ao seu redor. Seus amiguinhos não parecem que tem chances de vitória.

Capitão América e Homem de Ferro olharam ao seu redor rapidamente, sem desviar o foco de seus oponentes. Realmente os outros Vingadores não estavam se dando tão bem quanto poderiam, não mesmo, mas logo o Capitão e o Homem de Ferro voltaram a olhar pra seus oponentes. Enquanto isso, Hulk e Attuma lutavam. Eles novamente chocaram seus punhos e Attuma tentou bater na barriga do Hulk com seu tridente, mas o verdão segurou o tridente e jogou Attuma em um prédio, e com o impacto, o vilão caiu lá dentro. Alguns segundos depois, o tridente foi lançado em direção a Hulk, que o segurou com facilidade.

Foi aí que Attuma saltou de dentro do prédio e já chegou lá fora chutando a cara do Hulk, que largou o tridente. Attuma pegou a sua arma e bateu com o cabo dela na barriga do Hulk, que se curvou um pouco e em seguida recebeu um murro do Attuma que fez ele cambalear para trás.

— Sabe, Hulk, você já foi mais forte — Comentou o vilão.

— É força que você quer? Então força que você vai ter! — Exclamou o Hulk, saindo correndo em direção a Attuma.

Hulk deu uma tapa na cabeça de Attuma usando as suas duas mãos. O vilão cambaleou, atordoado, mas rapidamente enfiou seu tridente na palma da mão esquerda do Hulk, que rugiu com a dor e então agarrou Attuma com a outra mão, em seguida o puxando e jogando ele no chão. O tridente saiu da mão do Hulk, que aproveitou e deu um murro no Attuma, tão forte que ele afundou no chão.

— Era força que você queria?! — Perguntou Hulk.

E o Thor enfrentava o Loki...

— Desista, irmão — Pediu Thor, que estava batendo seu Mjolnir na lança de Loki — Você sabe que eu sempre fui o mais forte de nós.

— A diferença é que os cinco meses que você ficou sem fazer nada, eu fiquei treinando para o nosso próximo confronto — Retrucou Loki, saltando para trás e apontando a sua lançar para Thor — E meu treinamento não foi em vão. Hoje eu realizarei o meu grande desejo de matá-lo.

— Vocês não sairão com a vitória nem hoje nem nunca, Loki — Disse Thor.

— Isso é o que veremos — Retrucou Loki.

Da ponta de sua lança Loki lançou um raio azul que bateu no peito de seu irmão adotivo e fez o mesmo cambalear para trás. O deus Asgardiano da trapaça então olhou ao seu redor pra analisar o campo de batalha e viu que Hulk estava parado após derrotar Attuma. Loki sorriu.

— Você se garante contra mim, irmão, mas será que se garante contra seu companheiro? — Perguntou Loki, então voando até Hulk e caindo em frente ao mesmo.

Hulk tentou socar Loki, porém o mesmo se abaixou e tocou no peito do verdão usando a sua lança. Os olhos de Hulk brilharam na cor azul e ele se virou para Thor, que ficou surpreso com o que estava acontecendo.

— Ataque-o — Mandou Loki, apontando para Thor, e então Hulk disparou em direção ao deus do trovão.

— O que você fez com ele? — Perguntou Thor.

— Durante esse tempo fora evoluí minhas habilidades ao ponto de poder controlar qualquer um no mero toque da minha lança. Meu nível é superior ao seu, filho de Odin, minhas habilidades não são porcas como as suas — Respondeu Loki.

— Faça ele voltar ao normal! — Mandou Thor, defendendo um soco do Hulk com seu Mjolnir.

— Apenas quando você estiver morto — Retrucou Loki.

Hulk tentou dar um soco em Thor, que saltou para trás, esquivando, e ao pisar no chão lançou o Mjnolnir, que bateu com tudo no peito do Hulk, o fazendo cambalear pra trás. Thor saiu correndo para a frente, pegou o Mjolnir e saltou, então batendo na cabeça do seu companheiro usando a sua arma. Hulk caiu com tudo no chão, mas já se levantou dando um murro na cabeça do Thor que jogou ele pra trás. O verdão segurou em Thor, girou e o jogou em direção a um prédio, mas antes que caísse lá, Thor usou seu Mjolnir pra se lançar em direção a Hulk, que segurou na cabeça de Thor e o jogou no chão com selvageria.

— Pare agora, Hulk! — Exclamou Thor.

— Ele só vai parar quando você estiver morto... — Alertou Loki.

— Eu não vou morrer! — Exclamou Thor, batendo no peito de Hulk com o Mjolnir e o jogando pra cima.

Thor se levantou e ergueu o Mjolnir. O céu em cima daquela área ficou mais nublado que o normal e então um enorme raio saiu do céu, atingindo o peito do Hulk e o jogando pra trás. Ele caiu em cima de um carro, enquanto o Thor caiu de joelhos no chão com o céu voltando ao normal. Usar um raio daquele tinha sido cansativo. Loki ergueu as sobrancelhas, surpreso.

O Doutor Destino ainda lutava contra o Falcão e o Homem-Formiga. Falcão lançou parte de suas "asas" em direção ao Doutor Destino, que saltou para trás, esquivando. O Homem-Formiga estava agachado atrás do vilão, que tropeçou nele, mas conseguiu dar um salto mortal, cair de pé no chão e chutar o Homem-Formiga quando ele se levantou, e em seguida lançou uma rajada de poder no Falcão, o derrubando no chão. O Homem-Formiga saiu correndo em direção ao vilão, que lançou uma rajada de poder de cada mão. Ambas bateram no peito do herói, que caiu em cima do Falcão.

— Eu sabia que vocês não seriam desafios para mim — Comentou o Doutor Destino.

O Gavião Arqueiro e a Viúva Negra lutavam contra o Duende Verde. O Gavião lançou uma flecha em direção ao Duende Verde, que fez uma manobra, com a flecha apenas passando direto por ele. O vilão então pulou de seu planador, e ao chegar em frente ao Gavião deu um chute no peito dele, o jogando pra trás. A Viúva Negra saiu correndo em sua direção, mas ele pegou uma bomba-abóbora e jogou na mesma. A Viúva Negra deu um salto mortal para trás, esquivando, com a bomba caindo no chão, explodindo e jogando a Viúva Negra pra trás. Duende Verde saiu correndo em direção a ela e chutou seu rosto.

O Gavião Arqueiro, aproveitando a distração do Duende Verde, lançou uma flecha em sua direção, mas ele saltou, esquivando e ainda subiu em cima de seu planador. A flecha acabou batendo no ombro da Viúva Negra, que caiu no chão.

— Viúva! — Exclamou o Gavião Arqueiro, saindo correndo em direção a amiga, mas antes que chegasse nela, o Duende Verde surgiu em sua frente e deu uma joelhada em seu rosto e depois o derrubou no chão.

Agora os únicos Vingadores de pé eram o Capitão América e o Homem de Ferro.

— Vocês dois realmente não irão desistir? Olhem a sua volta. Seus parceiros estão derrotados e claro, vocês não tem chances. Acreditem, se vocês desistirem agora, as suas mortes serão menos dolorosas — Sugeriu M.O.D.O.K.

— Nós nunca desistiremos, M.O.D.O.K, independente da situação — Avisou o Homem de Ferro.

O Homem de Ferro então estendeu as suas mãos e as apontou para seu oponente. Da palma de cada mão ele lançou um raio azul. De repente, porém, um campo de força surgiu ao redor de M.O.D.O.K, inutilizando os dois raios e em seguida desaparecendo. De sua testa o vilão lançou um potente raio roxo que bateu com tudo no peito do Homem de Ferro, o jogando pra trás e fazendo ele cair no chão. O herói até tentou se levantar, porém de sua cadeira flutuante, M.O.D.O.K lançou um míssil que bateu nas costas do Homem de Ferro e explodiu, o impedindo de se levantar.

— Agora só falta um... — Comentou o Caveira Vermelha, olhando para o Capitão América com um sorriso malicioso.

— Não fique achando que irá vencer, Caveira. Podemos não lutar a muito tempo, mas ainda somos Vingadores! — Exclamou o Capitão América.

Após exclamar isso o herói jogou a bola em direção ao Caveira Vermelha, que disparou um raio do espaço quadrado no peito de sua armadura. O raio bateu no escudo e o jogou em um prédio, aonde ele bateu e se prendeu.

— Agora que você está sem seu escudo, o que você é, Capitão América? — Perguntou o Caveira Vermelha.

— Eu continuo sendo um herói — Respondeu o Capitão, em seguida saindo correndo em direção ao Caveira Vermelha.

Caveira Vermelha lançou mais um raio de seu peito. Capitão América saltou, esquivando, e ao se aproximar de seu inimigo tentou dar um chute nele. Caveira Vermelha segurou a sua perna, girou e então o jogou para perto dos outros Vingadores. Ele caiu exatamente ao lado do Homem de Ferro, mas logo se levantou.

— Você ainda ousa se levantar? Quantas vezes terei que dizer que a luta de vocês é inútil? Vocês estão meio enferrujados, Vingadores... Não posso negar que um dia já foram heróis, mas agora? São só um bando de idiotas querendo dar uma de herói — Provocou o Caveira Vermelha — Vocês já estão ultrapassados. Voltaram a ser heróis apenas para morrerem mais cedo! Esse é o fim.

E após falar isso o caveira Vermelha lançou mais um raio do seu peito. O Capitão América teria sido atingido, mas de repente uma teia se grudou nas costas dele e o puxou pra cima, com o raio batendo no chão e fazendo um buraco. Os Vingadores e a Cabala olharam para cima, surpresos, a ponto de ver alguém no topo de um prédio: O Homem-Aranha.

— Sério que vocês esqueceram de me chamar para a festa? — Perguntou o herói — Já não basta trazer problemas pra Nova York, Duende, agora vai trazer pra Manhattan também? Ah, e já não basta ter entrado no Sexteto Sinistro, agora tá junto de mais gente da sua laia? A cada dia você piora, mas achou que ia fugir de mim indo pra outra cidade? Que nada! Homem-Aranha tá aqui firme e forte, e pelo visto vocês precisam de uma ajudinha, Vingadores.

— Até aqui você vem atrás de mim, sua praga? — Reclamou o Duende Verde.

— É meu trabalho — Retrucou o Aranha.

— Mesmo com a ajuda dele, vocês não poderão vencer — Alertou o Caveira Vermelha.

— Será que não? — Perguntou o Homem-Aranha — Por que todo mundo sempre me subestima? — Reclamou.

Após falar isso o Homem-Aranha lançou uma teia que se grudou no planador do Duende Verde, e assim ele puxou o mesmo, com o vilão caindo no chão. Mesmo assim o Duende Verde lançou duas bombas-abóbora em direção ao Homem-Aranha, que largou o planador e jogou uma teia em um prédio, se puxando pra lá e desviando das bombas.

— Fique parado, Aranha! — Exclamou o Doutor Destino, mirando uma rajada de poder no herói.

— Esqueceu que seu oponente somos nós, Destino? — Perguntou o Homem-Formiga, dando um murro no rosto do Doutor Destino, que cambaleou.

O Falcão lançou várias de suas "asas" em direção ao Doutor Destino, que saltou para trás, esquivando. Loki se preparou pra lançar um raio de sua lança no Falcão, mas de repente foi atingido pelo Mjolnir bem na cabeça, então sendo jogado em cima de um carro, amassando seu capô. O Mjolnir voltou para o seu dono, que segurou o martelo. Loki se levantou.

— Eu estou de volta, Loki — Avisou Thor.

— E o Hulk também! — Exclamou o Hulk, logo ficando lado a lado com Thor — E eu tô muito bravo com você!

— Caveira, estamos em desvantagem! — Exclamou o M.O.D.O.K, lançando um raio de sua testa em direção ao Homem de Ferro.

— Ah, vocês perceberam agora? — Ironizou o Homem de Ferro, desviando do raio voando mais pra cima ainda e lançando um raio repulsor do seu peito, assim atingindo o M.O.D.O.K e jogando ele no chão.

— São sete contra cinco, Caveira. Vocês não tem chance — Avisou o Capitão América.

— Cabala, vamos recuar! — Exclamou o Caveira Vermelha.

— Isso, podem correr! — Exclamou o Hulk.

— Droga... — Reclamou o Attuma, se levantando com muito esforço.

— Não é hoje que você vai morrer, Homem-Aranha, mas se nos encontrarmos de novo será seu fim! — Exclamou o Duende Verde, então jogando uma bomba de fumaça no chão.

A bomba explodiu, fazendo uma enorme cortina de fumaça dominar aquela área. Ela durou apenas alguns segundos, e quando sumiu, os vilões tinham sumido também. Até mesmo o planador do Duende Verde tinha sumido.

— Nós vencemos? — Perguntou o Falcão.

— Parece que sim — Comentou o Homem de Ferro.

— Obrigado pela ajuda, Homem-Aranha — Agradeceu o Capitão América.

— Vi no noticiário que Manhattan tava sendo detonada por vilões, e quando vi que um deles era o Duende Verde vim pra cá ligeiro — Respondeu o Homem-Aranha — Mas agora, vou voltar pra o Queens. Foi da hora ajudar vocês, mas eu tenho que ir. Falous — E após falar isso o Homem-Aranha saiu dali, se balançando de teia em teia.

— E o que será de nós? — Perguntou o Thor, com os ex-Vingadores se aproximando um de outro.

— O que acham de nos unirmos de novo? — Sugeriu o Homem de Ferro.

— É uma ótima ideia — Comentou o Capitão América.

PersonagensEditar

VilõesEditar

CuriosidadesEditar

  • A frase do Capitão América "Enquanto um homem resistir, Caveira, você não terá vencido" é uma referência a frase também do Capitão América "Enquanto um homem resistir, Thanos, você não terá vencido" na HQ Desafio Infinito.
  • Assim como seu capítulo antecessor, se passa no dia 7 de Janeiro de 2018.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.