FANDOM


Pantera Ficha Limpa logo
O Pantera: Ficha Limpa
Pantera Ficha Limpa logo
Informações Gerais
Franquia DCHF
Sequência
Capítulo Seguinte Arqueiro Verde: Ascensão
Créditos
Escrito por NerdHero08


Pantera: Ficha Limpa é um one-shot escrito e dirigido por NerdHero08, que introduz o personagem Pantera ao DC Hero Fanfictions.

Sinopse Editar

Acusado de um crime que não cometeu, Ted Grant tenta limpar seu nome lutando contra criminosos utilizando sua maestria em combate corpo-a-corpo.

Enredo Editar

Gotham, Sexta-Feira, 07 de Dezembro Editar

Sexta a Noite. Madrugada. Um homem socava fortemente um saco de pancadas, treinava para sua luta do próximo dia. Um esplêndido boxeador. Estava invicto por quinze partidas, sem sequer uma derrota em toda a temporada. Escuta ruídos vindo em direção a ele lentamente. Mas ignora e fixa seu olhar no saco de pancadas. Enquanto isso ocorre a entrada de sete homens, seis deles armados, todos atrás do desarmado. O aparente líder, era consideravelmente bem-vestido. Utilizava um smoking branco, com uma gravata vermelha e um chapéu. Ao que tudo indica não possui um fio de cabelo. Olhou seriamente para o forte homem que treinava boxe, e falou:

— Atenção, por favor! — Exclamou.

O homem então se vira, agora prestando atenção no recém-chegado, e pergunta:

— Quem é você?

— Você pode me chamar de O Romano. — Disse ele — Mas não estou aqui para bate-papo. Bom, hoje fiz uma aposta valendo um milhão de reais para sua luta de amanhã. O palpite que fiz foi contra seu favor.

— Interessante. — Disse o destemido homem. — Mas não há nada que possa fazer para ajudá-lo. — Então desviou o olhar e voltou a bater no saco.

— Ted Grant, você vai cair no terceiro round. Caso contrário, arruinarei sua vida, apodrecerá pelo resto de sua vida na prisão, onde será espancado e mal-tratado por todos funcionários e prisioneiros.

Logo após, o chamado "O Romano" e seus comparsas viraram-lhe às costas e saíram da sala. Ted não deu muita atenção a ameaça do homem, e apenas continuou seu treinamento. Algumas horas depois, longe de casa, pegou um colchão que estava por perto e pôs no chão. Logo após se joga, e começa a dormir.

Gotham, Sábado, 08 de Dezembro Editar

Noite da luta. Estava mais que preparado para um bom combate via mão-a-mão dentro do ringue. Logo, entra no estádio, logo entrando e vendo a multidão de gente no local. Localiza rapidamente o homem no qual havia ameaçado-o e seus funcionários. Entrou no ringue, enquanto ouvia toda a torcida gritar o nome que usava em suas lutas no boxe.

— Pantera! Pantera! Pantera! — Gritava a torcida.

Logo entra dentro do ringue. Então cumprimenta seu adversário, e logo após alguns segundos, começam a lutar. Após uma sequência de golpes na barriga, soca o queixo por baixo usando o braço esquerdo e finaliza o round com um potente soco de sua mão direita. Então o round acaba. Hora do intervalo. Ted descansa por dois minutos. Percebe que O Romano estava olhando furiosamente para ele, mas decide novamente não dar a mínima, e volta a luta. Então entra no ringue novamente e começa a lutar. Deu um soco com objetivo de atordoar o oponente, então atinge mais uma vez a machucada barriga do adversário. Porém, surpreendentemente, o homem cai facilmente, o que era totalmente inesperado. Theodore franze a testa e começa a perceber que o homem não consegue levantar-se. O mesmo desiste e some do estádio. Ted então viste sua máscara, e o juiz segura seu braço, e levanta-o, enquanto sente um prazer nos seus ouvidos, privilegiado por toda a torcida, gritando seu nome em comemoração à sua grande vitória. Logo após vai para a garagem. Chegando então, vê meia-dúzia de policiais cercando o seu carro. Chega mais perto para descobrir o que aconteceu, ficou apavorado. Então percebe a presença de um corpo morto atrás de seu carro. Logo após um policial teve Ted em vista.

— Ele está ali! — Gritou o policial — Prendam-no!

O Pantera ficou extremamente nervoso, então agiu desesperadamente, e começou a correr para fugir. Os policiais começaram a atirar, mas por sorte conseguiu desviar de todas às balas. Então corre. Corre como nunca, e após 20 minutos de corrida, procura um local para passar a noite e esconder-se. Então refletiu e lembrou das ameaças que recebeu do tal O Romano. Não era um blefe, como ele esperava que fosse. No mesmo momento fica desesperado e começa a chutar a parede, e depois senta no chão, quando adormece e ali mesmo passa a noite.

Gotham, Domingo, 09 de Dezembro Editar

De tarde, procura um amigo de infância, no qual podia confiar. Seu companheiro provavelmente saberia que não era ele que havia cometido os crimes. Um amigo no qual poderia dar-lhe residência e alimentação. Logo chega na casa do tal, quando toca a campanhia da mesma, e dois minutos depois é atendido.

— Theodore? — Diz o morador.

— Oi Harvey, — Diz o desorientado e enfraquecido Ted — Bom dia.

O mesmo cai no chão, mas seu amigo segura-o. Ele olha aos arredores, e quando percebe que não tem ninguém põe o mesmo no sofá.

Após 2 horas, Ted acorda, ainda desorientado. Sentia o aroma de uma ótima sopa, aparentemente feita por seu amigo, Harvey.

— Ted. — Disse o tal. — O que faz aqui? E por que acham que você matou aquele homem?

— Eu devia ter caído em uma luta. — Disse ele. — Mas venci. E desde então um aparente mafioso está querendo estragar a minha vida.

— No momento, acho melhor você tomar a sopa, parece muito cansado e desidratado. Ted então segue o conselho de seu amigo, levanta-se do sofá e come a sopa.

— Qual era o nome do criminoso? — Disse Harvey.

— Ele não disse o nome. Utilizou um apelido. Disse que eu poderia chama-lo de “O Romano”.

— Nunca ouvi falar. Deve ser novo. E olhe que estou dentro por tudo da polícia, o cargo de tenente ajuda muito.

— Parabéns pela promoção. — Disse Ted enquanto comia a sopa.

— Obrigado. Acho que a única maneira de você se livrar dele é limpando seu nome, provando que não é uma pessoa ruim e que não faria isso. Não podem descobrir que eu estou com você, posso ser preso por cúmplice.

— Relaxa amigo, não vou te envolver nessa parada. Vou ter que resolver sozinho. E vou novamente seguir o seu conselho, vou tentar limpar meu nome. Acho que usando o meu uniforme de luta seria uma boa. E também utilizar a máscara da vitória, é um costume, sempre que ganho uma luta coloco-a. Posso evitar assaltos ou outras coisas. Eu, modestamente, tenho bastante habilidade no combate, e posso utilizar isso ao meu favor.

— É uma boa ideia. Você pode ficar aqui, sua residência está comprometida. Mas não deixe ninguém ver você saindo ou entrando, melhor entrar pelas janelas.

— Eu vou arrumar um lugar para ficar, não vou ficar dificultando sua vida. E desculpa por ter vindo aqui sem avisar e por ter comprometido seu distintivo.

— Não é só a questão de você não dificultar a minha vida. Eu enfrento a solidão todos os dias, nunca tenho ninguém para conversar ou ninguém comigo.

— Entendi. Certo, eu posso ficar aqui. Mas de alguma forma, eu vou conseguir dinheiro, e vou te ajudar no aluguel, e não é uma pergunta.

No mesmo momento, a tevê comenta a notícia de um assalto acontecendo nesse momento ao Banco de Central de Gotham City, mas Ted só prestava atenção em sua sopa.

— Ted, ou melhor, Pantera, eu sei que a sopa está boa. Mas de acordo com o Telejornal tem um assalto no Banco Central de Gotham City, fica apenas a duas ruas daqui, acho que é uma boa maneira de limpar seu nome.

Ted acenou a cabeça. Já estava vestido com o uniforme, então pegou a máscara, que trouxe com ele, vestiu a mesma e correu até o local.

Chegando então, percebeu a presença de dez assaltantes, não era brincadeira. Todos vestidos com um gorro preto, e com uma maquiagem cobrindo os olhos. Ele aproximou-se, quando percebeu que todos estavam armados. O céu já estava escuro, então O Pantera poderia camuflar-se para ninguém vê-lo, e foi o que fez. Então chega mais perto e toma a arma de um dos assaltantes, logo após joga no rosto do dono. Aparece no meio de dois assaltantes, e quando ambos iriam atirar no justiceiro, se joga para trás, fazendo com que atirassem uns nos outros. A partir daí os companheiros dos inconscientes ficam atentos, e olham os corpos de seus parceiros no chão. Ted aproveita e soca um na barriga, logo após segura sua cabeça e levanta seu joelho, assim nocauteando-o instantaneamente. Se joga deitado em direção a outro bandido e soca suas pernas, logo após dando uma sequência de fortes socos em seu rosto. Dá uma cambalhota para frente enquanto outros atiravam-no. Até que escuta a sirene da polícia, cada vez mais alto. Os cinco conscientes fogem em direção ao carro, Pantera então corre mais rápido do que eles, e dá uma rasteira com um giro de 180°, assim derrubando mais dois, e pega uma arma e agride os assaltantes com a mesma, danificando bastante seus rostos. Sobraram três, Ted corre em direção a um e luta com ele na mão-a-mão, a polícia chega no momento e observa a trilha de corpos no chão. Logo após Ted faz uma sequência de socos na barriga do oponente e finaliza com uma batida na cabeça do adversário. O restante estava fugindo, ele não ia permitir que os outros dois criminosos escapassem, então pulou em cima do carro, enquanto o veículo começou a se mover. Ele segura a antena e move-se para o lado, com o intuito de entrar pela porta de trás. A viatura da polícia estava logo atrás. Ele ouvia disparos, mas não dos criminosos, e sim dos policiais, por acaso pensavam que ele também era um assaltante. Consegue chegar até o seu destino, e na mesma hora a antena desprende-se do carro devido à enorme força de Grant. Logo colocou a mão na porta e abriu-a. Então jogou-se para frente e segurou a porta, aproximando-se consideravelmente. Mas uma vez pula, e consegue entrar dentro do carro. Segura os bandidos pelo pescoço e leva-os até o banco de trás. Logo após joga eles para a porta, e sai do carro pelo outro lado, rapidamente despistando a polícia. Volta correndo para seu abrigo, e liga a televisão colocando rapidamente no telejornal. Falaram muito bem do mais recente vigilante, mas apenas metade dos policiais apoiaram o justiceiro.

— Harvey, acho que consegui, aos poucos conquistarei a confiança das pessoas e poderei até retomar às lutas no ringue. Vou poder limpar meu nome.

O seu amigo rapidamente faz um sorriso, e aperta a mão de Ted, então afirma que conseguiram inocentá-lo.


Personagens Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.