FANDOM


14anos ESSE CONTEÚDO É PROIBIDO PARA MENORES DE 14 ANOS
Relações
Hawk2
Informações Gerais
Série Gavião Arqueiro: O Atirador
Temporada -------
Arco Explicações
Número do Episódio 2
Sequência
Episódio Anterior Meu nome é Clint Barton
Episódio Seguinte Normalidade
Créditos
Escrito por JohnyDivino
Relações é o segundo capítulo da mini-série Gavião Arqueiro: O Atirador, sendo escrito por JohnyDivino e dirigido por HanssenF e SérgioMalandroTupi13.

SINOPSEEditar

Bem, desculpa a demora para postar de novo no blog, os Vingadores precisaram de mim para enfrentar um ditador maluco que viajava no tempo. Enfim, como muita gente pediu, vou explicar para vocês como é a vida de um Vingador.

ENREDOEditar

Olha, como eu precisava de descanso. Sério, vocês não tem a mínima ideia. Eu juro por Deus. Eu sei que sou um católico fraquíssimo, mas ainda tenho um certo de apreço pelo senhor e acho que não mentiria no nome dele. Os Vingadores precisaram do máximo de gente para enfrentar um cara lá que viajava no tempo, acho que o nome dele era Kung ou Krang. Não sei e não me faz diferença. Eu não sou o cara inteligente que vai tentar parar ele de uma forma mirabolante, eu sou o cara que mete a flechada no olho do cara já pensando em qual vai ser a forma que ele que vai usar para não ser afetado por ela.

Teve muito comentário no último blog, até me surpreendeu. Lógico, tinha aqueles que perguntaram "E o Homem de Ferro?", os que pediram "passa lá no meu blog fiz uma material muito legal sobre o Quarteto Fantástico." e os que acharam que eu era um jovem escrevendo uma história sobre meu herói favorito. Desculpa decepcionar os últimos citados, mas eu realmente sou o Gavião Arqueiro de verdade. Tanto que alguns outros heróis (também de verdade) comentaram no último blog. Então vamos ler aqui alguns comentários do blog passado:

Uma tal de Doren Green comentou perguntando onde está o Homem de Ferro. Bem coleguinha, não se você sabe ler, mas ele apareceu no blog. E mesmo assim o foco não é nele, é em mim,*$#%@, em mim. Já o Peter Parker fez ótimos comentários. Disse que adora quando os super-heróis fazem algo meio diferente tipo isso. Ele falou que não sabe se vai poder ler os futuros blogs porque está ocupado substituindo um professor no Colégio Fraction, mas desejou tudo de bom e fez até um logo para o blog. Obrigado aí parceiro. A Kamala Khan disse que amou a história e está esperando a continuação. Pediu para eu dar uma divulgada na fanfiction "Miss Marvel e Capitã Marvel contra as malditas vacas alienígenas". Ok então, vejam lá.

O Wolverine (sim mulheres, aquele baixinho que vocês amam) comentou dizendo que é um lixo, e que eu não devo continuar e ir fazer algo de bom na vida. Melhor comentário de 2018. Ah é, já é outro ano. Esqueci disso. Desculpa e Feliz ano novo para vocês, galera. Agora, o Deadpool comentou. Ele tá me chamando para... sair? Desculpa aí mano, sou hétero. E eu sei que você vai fazer algo que chame a policia para minha cola. Vamos encerrar por aqui esses comentários e ir para o principal conteúdo de hoje:

Eu estava na casa de um amigo meu, o Luke Cage, junto com a mulher e filha dele. Ele disse que não gosta dessas coisas como blogs, mas me deu uma sugestão que vou aceitar. Uma mina chamada "TanyaGod123" também pediu. Hoje vou falar sobre como é lá dentro dos Vingadores.

Vamos começar por onde a gente fica. Bom, a gente já passou por vários, mas VÁRIOS lugares mesmo. Já ficamos na Mansão do Stark, na torre do Stark, uma base em Los Angeles fornecida por quem? Se pensou "pelo Stark", acertou. Não que eu possa reclamar por ele ajudar a gente, muito pelo contrário, tenho que aceitar. Mas eu acho que a gente da equipe já está devendo até a alma para ele e algumas pessoas se incomodam com isso. Eu não, tanto porque acho que ele não aceitaria o dinheiro. Ou aceitaria, Stark? Fora isso, o T'Challa poderia pagar tudo.

Quanto a organização para missões, normalmente isso depende da quantidade de membros. Atualmente somos mais ou menos uns... 16 membros na equipe principal? Deve ser por aí mesmo. No comando atualmente temos a Carol Danvers (A Capitã Marvel) e o Steve Rogers (se você não conhecer ele eu me mato). A gente tem os nossos níveis de ameaça, lógico. O nível verde é o mais básico, um assalto ao banco qualquer coisa assim. O que qualquer herói conseguiria resolver sozinho. Aí tem o nível amarelo, para um "super"vilão, normalmente com um plano aleatoriamente ruim. Chegamos no nível laranja, aí já da uma complicadinha. Um vilão novo que a gente não sabe o que faz, um grupo de vilões juntos e assim vai. Normalmente nessas situações, um dos líderes escolhe os membros para ir e parte. Aí chega o nível vermelho, esse é %$*@. É alguma ameaça para um país inteiro ou algo mais. O máximo de membros possíveis deve participar. E o nível preto (sim, isso soa bem preconceituoso) que são para ameaças ao mundo inteiro e talvez para o universo. Essa chama todos os membros ativos e inativos e outras equipes. Normalmente é nesse momento quando %$&*@ tá séria. Na verdade, eu nem sei o motivo para chamar tante gente, porque no final só umas 7 pessoas são importantes.

Nossa relação com o povo como heróis é bem conturbada. Tem horas que vocês nos amam, tem hora que nos odeiam. A gente tem que tomar muito cuidado com tudo que a gente faz para alguém não arranjar como reclamar. Mesma coisa para o governo. Temos que andar na linha, não podemos nem pensar em sair dela. Mas isso vocês não querem saber. Vocês querem é polêmica, então vou falar sobre as pessoas lá nos Vingadores. Vamos começar pelo Steve.

Cara, o Capitão é uma pessoa muito boa. Ele é basicamente o símbolo americano, tanto para vocês quanto para a gente. Vou ser sincero, antigamente eu era um pé no saco. Parecia aqueles revoltadinho porque o pai não deu os mil reais que queria para comprar um brinquedo caro, só que eu fazia piadinhas. Mas o Rogers me fez melhorar muito. Ele me ensinou muita coisa. E também me deu uma treinadinha para caso as flechas não estejam em promoção na minha loja favorita.

Agora vamos ao tão amado e odiado. Anthony Stark, o Homem de Ferro. O Tony já fez tanta coisa boa, mas também tanta #&$*@ que chega a ser difícil ter uma opinião sobre ele. Mas ele é uma pessoa ótima, lá no fundo. Fora que ele ainda foi a minha inspiração para ser um herói. Então, essa vai ser a segunda vez nesse blog que te agradeço, Stark.

Vamos falar agora da Viúva Negra, sim, aquela que muita gente já "homenageou". Não vou falar o nome dela porque, né? Não é todo mundo que tem identidade revelada para o público em geral. Mas ela é uma grande amiga, me ajudou muito e a gente já teve até um casinho, mas nada demais.

De quem eu falo agora? Vou falar da Vespa então. A Janet é muito extrovertida. De vez em quando é meio infantil, mas é uma pessoa de bom coração. Eu acho que não tem uma pessoa normal nesse mundo que não consiga ficar amiga dela. Eu já tive até um pequeno envolvimento com ela, mas eu devia saber que ela e o Hank foram feitos um para o outro.

Vou aproveitar a deixa e falar do Hank. Homem-Formiga, Golias, Gigante, Jaqueta Amarela, chame como quiser. Ele é louco da cabeça e antigamente eu não conseguia ir com a cara dela, mas hoje entendo um pouco ele. Eu acredito que é a pessoa mais inteligente que eu conheço. A gente nunca foi tão íntimo, mas durante um tempo ele deixou eu usar a fórmula dele e agir como Golias, o que mostra que o cara é humilde.

Feiticeira Escarlate. A Wanda é uma pessoa incrível. Ela move montanhas para ajudar quem precisa. Já deu uns surtos, mas nada tão grande. Não preciso nem falar que também já goste dela né? As vezes da para notar como eu sou patético.

Já que falei da Maximoff, que tal falar do irmãozinho dela? Vocês não tem ideia de como eu e o Pietro nos odiávamos. Eu odiava ele porque ele se achava demais, também tenho que admitir que sentia uma invejinha dele ter um poder *#$@% que é super-velocidade. Sério, se eu pudesse ter só um poder queria ele. Mas hoje a gente é mais de boa. Acho que ele notou que eu era afim da irmã dele e não foi com a minha cara.

Thor, o loiro nórdico favorito da mulherada. Sério, ele mudou muito com o tempo. Lembro quando conheci ele, falava todo esquisitinho, acho que tem haver com aquele reino de onde ele vem, Asgard. Velho, vocês não tem ideia de como o tempo todo ele só falava desse lugar. Dava vontade de perguntar para ele se ele não sabia de mais nada, mas eu não era tão conhecido e tinha medo de parar com um martelo enfiado na minha garganta.

O Visão é a #$%*@ de um robô. Eu sei que tem um nome certo, mas se eu fosse o inteligente da equipe não estava aqui. Mas apesar de tudo (até mesmo das cortadas que ele me dava que irritavam demais), ele é bem mais humano que muita gente que eu conheço.

Bom, eu sei que tem muito mais gente para comentar ainda. Tem o T'Challa, o Simon, o Sam, a Carol e até outros. Mas não quero estender tanto esse blog, além de que eu já tô meio cansado de falar só da minha vida como Vingador. Quer saber? Próximo post eu vou fazer do jeito que eu quero. Vai ser sobre Clinton Francis Barton, não sobre o Gavião Arqueiro! Então, acho que está bom. Comentem aí e falem o que acharam. Vou indo, abraço para vocês.

GUIA DE REFERÊNCIAS


  • O vilão que Clint enfrentou junto aos Vingadores é Kang, o conquistador. Um vilão conhecido na Marvel que viaja no tempo e já chegou a dominar a terra.
  • Doren Green (que comentou no blog) é a Garota Esquilo, heroína e fã do Homem de Ferro.,
  • Peter Parker é (obviamente) o Homem-Aranha.
  • O professor que Parker substitui é chamado de Fraction, sobrenome do escritor da aclamadíssima fase do Gavião Arqueiro, Matt Fraction.
  • Kamala Khan é a Miss Marvel, também heroína e fã da Capitã Marvel. Nas HQs, é dito que ela já fez fanfictions de sua ídolo. 
  • A mulher de Luke Cage é a aposentada super-heroína Jessica Jones, e a filha dos dois é Danielle Cage.
  • Tanya é uma referência a uma personagem da DC Comics idolatrada por Hanssen, o diretor do episódio.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.