FANDOM



Ciclope
Ciclope1
Informações Gerais
Espécie Mutante
Identidade civil Scott Summers
Idade 7 de janeiro, 1957
Afiliações X-Men
Poderes e Habilidades
Detalhes
Os olhos, dizem, são os espelhos da alma. Por isso eu abro bem os meus.

Ciclope é o alter-ego de Scott Summers, um mutante cuja habilidade é emitir raios energéticos de seus olhos, através de um visor adaptado.

É um dos personagens de X-Men (NMU), por vezes um protagonista, servindo aos X-Men de Charles Xavier.

CaráterEditar

A disposição mental de Scott Summers tem várias influências majoritárias. Tendo nascido em uma família de soldados já o predispôs a ser alguém capaz de lutar, planejar, e liderar. Isto também o predispõe a favorecer disciplina e lealdade mais fortemente, tendo o efeito de o conceder uma personalidade rígida e frequentemente estoica. Tendo admirado seus pais e ancestrais como soldados, também ele almeja esses tipos de qualidades, sendo mais propenso a gravitar na direção de tendências de soldado.

Junto disso está o importante papel que o controle tem em sua psyche. Scott Summers é atormentado tanto fisica quanto emocionalmente por uma falta de controle. Em um sentido puramente física, ele está a mercê de seus poderes, os quais ele não pode desligar. Se for incapaz de controlar estes poderes, as pessoas ao seu redor se ferem. Tendo já perdido tantos entes queridos, ele é muito cauteloso quando se trata de proteger a família que lhe resta, o deixando vulnerável a se auto-punir por suas falhas e ser super-protetivo. Mas além dos aspectos físicos do controle, o controle emocional é frequentemente tão sério quanto. Crescendo ele já estava sendo influenciado pelo meio militar a conter e disciplinar suas emoções, mas ver seus pais morrerem em um acidente de avião levou essas emoções a limites com os quais sua jovem mente não sabia lidar. Durante seu amadurecimento, portanto, ele precisa lidar com essas emoções caóticas que nem sempre compreende e tem dificuldade em expressar, de modo que atos normais como mostrar afeto a alguém com quem se importa e buscar relações mais íntimas tornam-se muito mais difíceis.

No fim, o que mais guia Scott é sua extraordinária disciplina. Mesmo tendo dificuldades com controle, seu senso de dever e disciplina mantém sua personalidade firme. Isso somado com suas influências militares cedo na vida o tornam o modelo perfeito para o tipo de responsabilidade que os X-Men tem. Trabalhar como uma unidade e realizar missões é como ser um soldado para ele, de modo que a causa por que luta é uma em que realmente acredita. Entre disciplina e controle, Scott Summers tem uma psyche que é organizada e estruturada. As vezes, é organizada a um exagero, mas ele consegue compensar estas faltas com as morais e com o apoio dado ele pelo professor Charles Xavier e os X-Men.

HabilidadesEditar

MutaçãoEditar

Fisicamente, a mutação de Ciclope permite que ele absorva todos os tipos de energia eletromagnética para seu uso. Entretanto, graças a um acidente, o processo tornou-se involuntário, de modo que toda a energia absorvida é rapidamente enviada a retina que a dispersa em uma rajada óptica de intensidade variável, dependendo da quantidade de energia disponível e do estado emocional do mutante.

EquipamentoEditar

Visor de Rubí-quartzoEditar

O visor que Ciclope usa para prevenir descargas aleatórias é feito de cristal rubí-quartzo. Ele incorpora duas lentes retas que nunca podem se dobrar para trás, provendo uma constantemente variável saída de 0 a 2 centímetros de altura e uma constante largura de 14,478 centímetros. O mecanismo de concha invertida é operado por um sistema de dois motores pareados. Como medida de segurança, há uma constante pressão de fechamento provido por molas. Há um mecanismo de controle manual em cada lado do visor, enquanto a operação regular é feita através da combinação de dois botões instalados um em cada polegar das luvas.

Através do visor, Scott também pode regular a intensidade dos raios ópticos emitidos, desde simples concussão até qualquer outro tipo de energia convertida da energia eletromagnética absorvida por seu corpo naturalmente sem a necessidade de ato manual.