FANDOM


Sinal Biológico
SPD-Ep2
Informações Gerais
Série Homem-Aranha: Alvorecer
Arco Poder e Responsabilidade
Número do Episódio 02
Sequência
Episódio Anterior Um Herói do Alvorecer
Episódio Seguinte Crise
Créditos
Escrito por KillerYuri345
Sinal Biológico é o segundo episódio de Homem-Aranha: Alvorecer.

SinopseEditar

Após experiências do Dr. Curt Connors com répteis, ele se transforma em Lagarto e Peter, como Homem-Aranha deve impedi-lo. Além disso, para ajudar sua tia, Peter se torna um fotógrafo freelancer.

EnredoEditar

Em Forest Hills, numa noite fria e silenciosa, na qual o brilho da lua cheia era a única luz que iluminava aquele anoitecer, dois homens conversavam numa rua quieta e pouco movimentada, um deles, de capuz azul e calças moletom marrons, cabelos ruivos e bagunçados, pele caucasiana, estava apoiado em um caminhão. O outro que estava em pé era um homem careca, que usava uma touca, agasalho vermelho escuro e calças jeans, além de olhos verdes e pele morena.

O homem calvo tratava-se de um assunto com o outro, no qual dizia "Este é um ótimo e belo revólver, um Taurus 627 Tracker. Então, o que me diz?" e o rapaz ruivo responde "Parece interessante, funcionará em assaltos. Está por quanto?", e o outro então responde para ele "Como sou gente boa, vou fazer um bom preço. Que tal por setenta dólares?", o ruivo fica insatisfeito e pede um preço menor, mas o calvo não aceita, então, com um olhar de desprezo, o ruivo vai contando seu dinheiro, mas então, o revólver que estava nas mãos do homem careca é preso por uma teia, e então puxado de suas mãos, ele se pergunta o que havia acontecido, os dois ficam assustados e o rapaz de cabelos ruivos deixa o dinheiro cair no chão e é preso no caminhão por outra teia, então o homem com calvície fica com medo e saí correndo do local, mas então, se revelando, Homem-Aranha pula em sua frente, o homem tenta lhe dar um soco, mas seu sentido aranha capta e ele consegue desviar, segurando a mão do homem e o jogando no caminhão, prendendo-o na teia.

Pelas ruas do distrito de Queens, na mesma noite fria e escura, em um laboratório de lá, um cientista fazia seus experimentos, ele se dedicava muito na produção de uma fórmula química. Em seu crachá, seu nome estava como Curtis Connors. De acordo com sua biografia, o professor Curt Connors foi um cirurgião mandado para a Guerra do Golfo, onde perdeu o braço direito. Inspirado na capacidade de regeneração dos répteis, ele tornou-se um cientista e dedicou-se a estudar uma fórmula química que o fizesse recuperar o membro perdido. Era isso que ele estudava naquele momento, quando, após terminar seus cálculos, grita com bravura e felicidade "Finalmente! Consegui!" Então ele agarra com seu braço esquerdo e o ingere.

Com isso, seu braço direito cresce e se regenera, mas um processo de efeitos colaterais notáveis se inicia. Sua pele começa a ficar verde e adquirir escamas, começando pelo membro recuperado, até completar o corpo inteiro, Connors grita com desespero "O que está acontecendo comigo? Socorro!", após, seu corpo começa a crescer, uma longa e forte cauda surge, e seus olhos ficam amarelos, com a pupila fina e na vertical. A fera lhe tomou conta do corpo com seus instintos selvagens expressos, Connors havia perdido o controle, quem dominava era Lagarto. Este então salta pela janela, expressando sua fúria dando um rugido, fugindo pela rua, como um quadrúpede.

No dia seguinte, em um sábado de Forest Hills, na casa de Peter Parker, sua tia May olhava alguns papéis, eram as contas à se pagar, ela olha as contas com infelicidade e preocupação, sentada na cadeira da sala de jantar, quando ela começa a falar consigo mesma "Ah, Ben. Como queria que estivesse aqui." Peter ouvia escondido o que sua tia dizia e então ela sai da sala e vai a cozinha, Peter age naturalmente e então vai para sala verificar o que eram os papéis, ele viu as contas e sabia que não tinham condições de se pagar. Peter então fica deprimido, e então decide ligar a televisão, passava o telejornal do Clarim Diário, onde John Jonah Jameson apresentava. Então ele fala "Testemunhas dizem que veem um homem de uniforme vermelho e azul, denominado de Homem-Aranha. Algumas câmeras de segurança e de pessoas que gravavam os acontecimentos nos locais mostram que ele impede dois assaltantes de joias e contrabandistas de armas. Será ele mesmo um herói ou será uma ameaça?" Após respirar profundamente com olhar de indignação, em cerca de trinta segundos, Peter desliga a televisão e vai ao seu quarto.

Ao entrar em seu quarto, ele se deita em sua cama e olha para o teto, começando a refletir maneiras de como ajudar sua tia, ele então lembra da matéria do Homem-Aranha no telejornal e pensa com indignação "Eles ainda acham que eu sou um ameaça depois do que fiz? Então vou provar que não sou.", nisso ele pega em seu quarto o jornal daquele sábado e vê que se vendia fotos do Homem-Aranha, assim dando um grande sorriso. Ele então se levanta, abre a gaveta de sua escrivaninha e pega sua carteira, descendo as escadas e indo para a porta, sua tia, pela cozinha preparando o almoço, pergunta então "Onde vai, Peter?" e ele responde "Vou comprar umas coisas.", dando um sorriso para tia May.

Peter, caminhando pela calçada, partia em direção de uma loja de equipamentos fotográficos, e no caminho, faltando três quadras para chegar ao destino, acaba se encontrando com Gwen Stacy, que chama o amigo "Oi! Da escola, como é mesmo... Peter Parker, né? Tudo bem?" então ele responde "Oi! Gwen não é? Que coincidência." e então a garota dá um sorriso e diz "Verdade. Onde você está indo?", então Peter respira fundo e diz "Eu vou na loja de equipamentos fotográficos." e então Gwen olha pra ele e pergunta "Você se importa se eu acompanhar você? Tô sem nada pra fazer agora e eu ia voltar pra casa que é na mesma direção", com isso Peter sorri e diz que sim, então eles vão conversando pelo caminho, até que chegaram no local e então se despedem, e Gwen segue seu caminho para casa.

Ao entrar na loja, Peter procura uma câmera fotográfica boa e que esteja dentro de seu dinheiro, até que encontra uma, e vai ao balcão do caixa para poder comprar o objeto, então o homem fala o preço e Peter pega sua carteira, contando o dinheiro para pagar, mas então outra pessoa de capuz preto, barba curta, caucasiana, e cabelos e olhos negros entra na loja, chega atrás de Peter e cochicha em seu ouvido para colocar a câmera no chão e passar todo dinheiro, falando que qualquer reação contra, ele atirava, pegando uma pistola de seu bolso e apontando em sua cabeça, depois que Peter coloca a câmera no chão, o assaltante pede todo o dinheiro do caixa para o balconista também.

Então o homem decide agarrar o braço do rapaz, porém Peter recebe um alerta do sentido aranha e segura no braço que apontava a arma do assaltante, e o desarma então, após o outro braço do assaltante que estava livre estava prestes a socar Peter nas costas, mas com outro alerta, Peter, com poucas opções de movimento, joga seu corpo para o lado, desviando e usa seu outro braço para agarrá-lo, impedindo o movimento dos membros superiores do ladrão, que diz "Você é bom de luta, meu jovem.", então Peter diz "Se eu quisesse já teria acabado com você faz tempo.", enquanto isso o balconista ficava abaixado enquanto eles brigavam. O ladrão pede para ele mostrar, duvidando das capacidades de Peter, e nisso o rapaz levanta o assaltante e o joga contra a parede, e mesmo com a boca sangrando, o ladrão dá um sorriso e desmaia. Peter então liga para a polícia e chama o balconista, perguntando "Quanto fica a câmera mesmo?", então o balconista diz "Esta está por 1.255 dólares.", Peter então diz que não tinha dinheiro o suficiente e faltava muito mesmo, então o balconista sorri e diz "Pode levar, fica por conta da casa por nos ajudar a parar o ladrão, perderíamos muito mais se não fosse por você."

Já no período da noite, Lagarto estava caminhando pelas redes de esgoto de Nova Iorque, no distrito de Queens, ele procurava alguma coisa, observava cada canto para ver se encontrava o que desejava, quando ele vê uma tampa de bueiro, ele utiliza suas garras para escalar até lá, abrindo a tampa por completo e saindo para superfície, quando ele vê um laboratório, dando um sorriso, ele caminha até ele. Eram os Laboratórios Horizon, um dos mais conhecidos e renomados laboratórios do mundo, ele então vê que a porta é composta por um sistema de segurança, então enfia suas garras no leitor de digital, assim o destruindo, abrindo as portas, e então ele vai até a sala dos laboratórios principais, onde se desenvolvia importantes tecnologias. Lá estava um cientista que trabalhava em um projeto. Assim que a fera entra no local, ele se espanta e fica aterrorizado, mesmo em uma noite fria, ele transpirava de desespero, então Lagarto pronuncia algumas palavras "Projeto ou morre...", então sem pensar duas vezes, o cientista entrega o projeto para não ter sua vida e ele retirados dele. Com isso, Lagarto pega a tecnologia e sai do local, o homem que se desesperava, ficava aliviado por não ter sido morto.

Na manhã seguinte de domingo, Peter acordava e descia para preparar seu café da manhã, pegando a caneca e colocando o café feito por sua tia, então sentava na cadeira da sala de jantar, e tomava com calma e tranquilidade seu café. Após acabar, ele vai para a sala de estar e liga a televisão, conectando no programa do Clarim Diário. O apresentador John Jonah Jameson falava "Noite passada, ocorreu uma ameaça a um cientista dos Laboratórios Horizon, além do roubo de um projeto científico. Confira o depoimento de Poul Lawne, cientista vítima do roubo.", nisso o cientista começa a falar "Eu estava trabalhando em um projeto que aumentava a capacidade mental de nosso cérebro em pelo menos vinte por cento, então um lagarto mutante entrou e me ameaçou de morte se não passasse o projeto, não pensei duas vezes e dei para ele." Com isso, o helicóptero do jornal filma a área do crime numa visão completa e nisso, a percepção de Peter fez com que achasse uma pista, a tampa do bueiro aberta, analisando que o Lagarto teria passado por lá, então ele corre para seu quarto e veste sua roupa do Homem-Aranha, faltando a mascara, ele segura ela estendendo-a em sua frente e com olhar determinado, coloca ela, pulando pela janela.

Homem-Aranha caminhava pelo teto do esgoto, para surpreender Lagarto, e não ser pego, quando sua audição desenvolvida captura sons estranhos, ele então vai ao local e era o réptil monstruoso, ele parecia mexer na máquina, colocando frascos do soro que ele tomou e se tornou Lagarto no aromatizador, o herói se aproximava cuidadosamente, de modo cauteloso, mas quando Lagarto repentinamente sente a presença pelos seus sentidos aguçados, ele larga seu projeto e ataca Homem-Aranha, porém não acerta, pois ele recua e pula no chão, os dois se encaram, naquele momento se iniciava o confronto entre o monstro escamoso e o homem das teias.

O herói das teias corre em direção à Lagarto e atira duas rajadas de teia nele, porém ele as rebate com seus punhos na parede, então Peter diz "Parece que você é bom de tênis, mas fica atento!" e ao Homem-Aranha tentar um ataque direto na distração do vilão, teve a tentativa falha por conta da cauda do réptil que rebate ele, porém Homem-Aranha persiste numa luta de ataques diretos, Lagarto se defendia facilmente com a ajuda também de sua resistência e durabilidade de vários golpes rápidos do homem das teias, e enquanto Peter atacava, Lagarto sempre tentava o atingir com socos ou batidas com a cauda, mas o sentido aranha dele o alertava e desviava com sucesso, a luta permanecia assim até que Peter recua e lança diversas rajadas de teia, prendendo lagarto e tampando sua visão, falando "Que nervosismo, deixa que eu esfrio tua cabeça.", ele então já perdia o equilíbrio e Homem-Aranha dá um grande salto e chuta o peito da fera, a derrubando, assim o herói grita "Strike! E ele marca o ponto! Pera, esporte errado...", mas Lagarto se liberta da prisão das teias e com sua força bruta, manda o herói longe, fazendo ele bater suas costas na parede do esgoto, fazendo com que ele desmaie.

Cerca de duas horas depois, Peter acorda e vê que foi derrotado, e que tinha perdido a consciência, então tira sua mascara, olha ao redor e vê que Lagarto havia fugido com o aparelho, então o rapaz fica furioso e grita com raiva, mas se acalma, respirando fundo e falando "Ele conseguiu levar o projeto. No próximo encontro eu vencerei." Ele então veste a mascara novamente e sai pela tampa de bueiro mais próxima, e ao chegar na superfície diz "É melhor eu tomar um banho antes de combater o crime de novo.", assim lançando sua teia em um dos prédios, balançando entre eles em direção de sua casa, com o dia ensolarado e buzinas do trânsito, gritos, entre outras coisas das cidades grandes.

Mais tarde pela noite, às uma hora da madrugada aproximadamente, Lagarto vai ao condomínio fechado de Gwendolyn Maxine Stacy, e toca a campainha, a própria Gwen atende, mas antes de abrir, pergunta quem era, então, arrancando a porta e jogando longe, o monstro encara a garota e diz "Gwen Stacy, venha... comigo.", pegando ela no colo e pulando no topo de um prédio, pulando de um para o outro na noite de lua crescente, com gritos da menina que estava em desespero ao ser sequestrada. Enquanto pulava, Lagarto diz "Vou matar o Aranha!" e então dando um rugido para o anoitecer.

Ao amanhecer do dia seguinte, Peter estava com seu traje do Homem-Aranha, tirando fotos de si mesmo, em diversas posições, escalando paredes, de cabeça para baixo pendurado em sua teia, entre outras, assim ele olha todas as fotos e depois de uns dez segundos diz "Legal...".

PersonagensEditar

VilõesEditar

CuriosidadesEditar

  • Parte do episódio teve inspiração no filme O Espetacular Homem-Aranha.
  • A cena final na qual Peter tira as fotos não existia, mas foi implantada para uma adaptação pro episódio seguinte.
  • Neste episódio, Peter inicia sua carreira como fotógrafo freelancer.
  • Inicialmente o episódio teve o nome "Ameaça Noturna" que foi considerado oficial por três meses, e mais tarde foi substituído para o atual.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.