FANDOM


14anos ESSE CONTEÚDO É PROIBIDO PARA MENORES DE 14 ANOS
Vida que Segue
Hawk4
Informações Gerais
Série Gavião Arqueiro: O Atirador
Temporada -------
Arco Amor Verdadeiro
Número do Episódio 4
Sequência
Episódio Anterior Normalidade
Episódio Seguinte Até que a Morte nos separe
Créditos
Escrito por JohnyDivino
 Vida que Segue é o quarto capítulo da mini-série Gavião Arqueiro: O Atirador e primeiro do mini-arco Amor Verdadeiro, sendo escrito por JohnyDivino e dirigido por HanssenF.

SINOPSEEditar

Desculpa a demora para postar algo, é que tem acontecido muita coisa ultimamente. Consegui um trabalhinho na Cross Tecnologias Industriais. Sim, eu estou de férias, mas eu gastei o dinheiro todo do Stark com um veículo novo, então vou ter que ganhar um dinheirinho novo. Aliás, eu consegui até uma namoradinha.

ENREDOEditar

Já falei tanto nos posts passados sobre a vida de herói que meio que cansei. Hoje eu vou falar de outra coisa, Gente, é sério, me desculpa mesmo. Eu tinha falado no último blog que eu estava em uma situação meio aperriada em dinheiro e por causa disso consegui um trabalhosinho. É básico, mas eu ganho bem e gosto do que faço. "Ah Clinton, mas você não tem um prédio para alugar?". Eu não cobro caro, eu deixo só o valor necessário para pagar as contas do lugar. Eu tô trabalhando como segurança na Cross Tecnologias Industrias, lá em Long Island. Sério, eu amo fazer isso. É legal ser um segurança em um lugar que nenhum vilão que pode fazer o mundo tremer não aparece. O que eu comprei que custou um rin é um "trenó a jato". Sim, nome muito ruim, mas é $#%@. Se quiserem chamem de "Sky-Cycle". Imaginem uma moto, só que flutua e é bem mais rápida, vai ser útil quando eu estiver com os Vingadores.

Falando atualmente da minha vida, tá tudo bem fora do normal. Não de forma ruim e sim boa. O povo da Cross me ama. Sério, não sei como, mas ele me adoram. E o arqueiro aqui arranjou uma namoradinha, sim! Surpreendente não? O nome dela é Sheila, loira de um corpo lindo. Linda demais, sério, meu sonho desde criança uma mulher como ela. Eu gosto muito dela, quando tô do lado dela me sinto melhor, sabe? Eu posso até arriscar a dizer que amo ela. Pelo menos sei que não vou ganhar um chute por um cara com super-poderes.

Quanto ao resto da minha vida, tá tudo igual. Acho que a única grande diferença é que o idoso que morava lá no condomínio teve um infarto quando chamou um homem para a casa dele. Ele teve que se mudar para casa do filho. Eu ouvi falar (chuta de quem? Claro, do Gruenwald e da Aja) que ele fingiu tudo para poder ir para a casa do menino. Pode até ser verdade, mas isso daria muito trabalho. Muito mesmo. Mas não dá para duvidar de nada, eu mesmo já visitei o passado.

Ah, vou aproveitar para mencionar uma coisa. Ontem de madrugada eu enfrentei uma "super-vilã". Bem, eu não sei se posso chamar assim, mas era uma loira (loiras entrando na minha vida o tempo todo) usando uma fantasia (?) azul e branca e uma máscara... desculpa eu não sei o nome daquele tipo que só cobre os olhos. Ela sabia lutar muito, arrisco dizer que até mais que eu, mas ser o homem que nunca erra pode ser útil as vezes. Consegui vencer ela e dar ela para o pessoal da Cross para prenderem ela. Ela ficou insistindo que não é uma ladra mas eu peguei ela mexendo em várias coisinhas lá. Falando nisso, agora estou curioso, será que mandaram ela para uma prisão normal? Depois eu pergunto lá.

Os Vingadores tem tido umas boas batalhas. O tempo todo tá tendo código Vermelho e Preto, o que me faz ter que sair do trabalho. Mas o chefão da Cross é gente boa e me deixa. Na verdade, eu nunca vi ele cara a cara.

Então agora vamos falar de outros Vingadores porque vocês adoraram aquela fofoca que eu sei. A Tanya que comentou no penúltimo blog pediu para eu falar da Mulher-Hulk e do Sentinela.

Bem, eu vou ser bem respeitoso com o Sentinela, além do mais ele não está mais entre nós. Eu achava ele um lunático, mas eu vi que ele era um grande homem. Ele tinha medo de usar os poderes para não machucar ninguém, me fez pensar de novo se eu ia querer ter poderes ou não. De qualquer forma, ele é um símbolo e deve ser respeitado.

A Mulher-Hulk não gosta de mim. Eu já participei na equipe ao mesmo tempo que ela, mas sabe, eu acho que eu fiz algum comentário que ofendeu ela. Pensando bem, pode ter sido naquela vez que eu comentei sobre a Víbora. Uma vez me perguntaram que vilã eu não posso ficar mas eu adoraria. Eu falei que era ela e disse que seria interessante ficar com ela. Me chamou de porco e depois eu finalizei com um comentário: Deve ser tudo verdinho. Ela pode ter entendido errado, mas pensando bem, de qualquer forma é um pouco ofensivo para uma mulher. Desculpa aí.

E agora um cara pediu para eu comentar do Namor e... ah. Vou parar galera, volto já. A Cross tá me chamando. Quando voltar faço o post normal.

. . .

Gente, eu não sei o que dizer. Aconteceu uma coisa que eu não tô acreditando. Por favor, me diz que é só um pesadelo. Eu sei que deveria estar fazendo outra coisa, mas, eu preciso contar tudo o que aconteceu para alguém. Desculpa ser vocês que vão perder seu o tempo.

Quando eu cheguei na Cross, eu vi aquela mulher que eu havia enfrentado anteriormente. Eu confrontei ela e a mesma tentou me explicar que a empresa estava fabricando um dispositivo de controle mental em massa. Ela me disse que tudo começou a ser feito desde que eu tinha começado a trabalhar como segurança. Eu não acreditei, mas durante a luta, a gente foi cercado pelos funcionários. Eu perguntei se era verdade e nós dois fomos atacados. Juntos eu e a mulher (que me contou que se chamava Harpia) derrotamos todos eles. Ela disse que ia me levar até um lugar específico, mas eu fui surpreendido pela Sheila, ela estava sendo mantida refém por um funcionário. Disseram que iam nos prender se não ela era assassinada, eu deixei. Eu e a Harpia fomos jogados em um buraco. A Harpia me disse que era uma EX-agente da S.H.I.E.L.D. e pistas levaram ela até aqui e no nosso primeiro encontro ela tentou me contar, mas eu não deixei. Eu pedi desculpas e percebi que não tinha o que fazer, tinha deixado meu cartão dos Vingadores em casa.

Foi nesse momento que algo me fez me arrepender de tudo. Eu olhei para cima porque estava sendo chamado pela Sheila. Foi quando eu ouvi tudo, tudo o que me fez pensar que não valia a pena viver. Ela disse que na verdade era uma atriz paga para poder me enganar. A Cross estava trabalhando em algo e precisava de mim. %$#*@, por que eu? Eu sou o Vingador mais inútil, por que eu? Eu sou tão patético. Eu tô rindo de mim mesmo.

O povo da Cross jogou uma espécie de ácido na gente. Eu devia ter me deixado lá, mas já estava muito furioso para simplesmente morrer lá, além de que seria minha culpa a morte da Harpia. Com uma flecha que eu consegui esconder, me puxei para cima jogando-a (a flecha, não a mulher) até o teto. Subimos e juntos derrotamos eles. Ela me chamou para conversar, mas o retardado aqui estava com muita raiva. Peguei meu Sky-Cycle que estava sendo guardado pelos "ótimos" guardas. Eu fui até meu prédio e invadi meu próprio apartamento pela janela. Nem prestei atenção em quantos caras estavam lá, mas eu simplesmente acabei com eles. Talvez eu tenha matado um, eu não sei e é melhor não pensar nisso. Comecei a confrontar a Sheila, era óbvio que ela estava lá.

Derramei toda minha raiva contra ela e quase que eu ataco ela, mas consegui me segurar. Depois de tudo, percebi que aquilo era um risco para todos os moradores. Falei para ela que ela podia fazer o que quisesse, desde que não fizesse nada com o prédio e os moradores. Deu para ver a felicidade na cara dela nesse momento, mas a Harpia apareceu. A Eduarda (vou chamar a Harpia assim agora, não posso falar o nome dela e nem sei) disse para a Sheila ir embora e cumprir o que digo. A minha ex-namorada se mandou e eu me deitei. Comecei a chorar e a Eduarda falou que eu devia ir com ela para despistar e também não deixar que eles fossem destruir o apartamento.

Eu não sei o que fazer. No momento estou na casa da Harpia e escrevendo do notebook dela. Não tentem rastrear, ela me falou que conseguiu mudar o endereço de IP para outro lugar aleatório caso alguém pesquise. Quer saber? Eu me decidi. Agora eu vou me vingar. Eu sei que algum herói iria ler esse blog, então não vou postar ele agora. Vou deixar para quando resolver sozinho poder deixar aqui. Sim, isso pode ser irresponsável, mas eu tenho meu orgulho. Vou ser um herói e derrotar a Cross, seja qual for o plano dela. Tchau gente, Gavião desliga.

GUIA DE REFERÊNCIASEditar

  • Toda a história do Gavião com a Harpia e Cross é extremamente baseada na primeira mini-série do Gavião Arqueiro, escrita por Mark Gruenwald.
  • O Sentinela realmente está morto no atual momento no Universo Marvel das HQs. O motivo não será revelado aqui por poder ser spoiler para alguém que planege ler no futuro.
  • O comentário de Clint sobre a Víbora é exatamente o mesmo feito nas primeiras páginas de "Vingadores: A Queda". Nessa HQ, a Mulher-Hulk realmente está lá e chama ele de porco.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.